Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Atlanta vence Orlando em casa e fica a um passo da classificação

Arremesso errado de Hedo Turkoglu no estouro do cronômetro impede empate do Magic. Melhor para o Hawks, que abre 3 a 1 na série

iG São Paulo |

O Atlanta Hawks está bem próximo de se garantir nas semifinais da Conferência Leste. Neste domingo, venceu dentro de casa o Orlando Magic por 88 a 85. O arremesso errado no estouro do cronômetro de Hedo Turkoglu confirmou a vitória dos mandantes, que agora lideram a série por 3 a 1.

Jamal Crawford mais uma vez saiu do banco para ser decisivo no triunfo do Atlanta. O ala-armador marcou 25 pontos e distribuiu seis assistências. O também ala-armador Joe Johnson apareceu com 20 pontos e nove rebotes. Outro atleta com boa parcela de contribuição foi o pivô Al Horford, com 14 pontos e 12 rebotes.

Apesar de não ter evitado a derrota do Magic, o pivô Dwight Howard foi o grande destaque individual do confronto ao somar 29 pontos, 17 rebotes e dois tocos. Outro que teve boa atuação pela equipe da Flórida foi o armador Gilbert Arenas, com 20 pontos e cinco rebotes vindos do banco.

Os dois times não puderam contar com força máxima. Zaza Pachulia e Jason Richardson cumpriram suspensão por terem brigado no último jogo.

O Orlando deixou a desejar nas bolas de três pontos – fundamento que costuma ser uma das suas principais armas ofensivas. Foram 23 tiros disparados de longa distância. Apenas dois acertaram o alvo.

O jogo

O Atlanta impôs uma defesa muito forte no início do confronto e rapidamente assumiu o controle. Howard acumulou duas faltas em apenas seis minutos e teve de deixar a quadra. Sem poder contar com seu principal jogador, o Orlando apresentou dificuldades ainda maiores para superar a eficiente marcação adversária.

O primeiro quarto terminou com oito pontos de superioridade para os mandantes (25 a 17). Contando com bom desempenho dos jogadores de perímetro, o Hawks seguiu disparando. Chegou a abrir 16 pontos (37 a 21) após uma cesta de Kirk Hinrich a oito minutos para o intervalo.

Além do retorno de Howard, o Magic contou com a contribuição de Arenas para reagir. A equipe visitante conseguiu diminuir boa parte do prejuízo e chegou ao final da primeira metade perdendo por nove pontos (46 a 37).

A reação do time da Flórida teve sequência no retorno dos vestiários. Howard e Arenas comandavam o ataque da equipe, que demonstrava estar mais ajustado em relação aos dois quartos anteriores.

A dez minutos do encerramento da partida, uma bola de três de Arenas fez com que o Orlando empatasse o jogo em 68 pontos. O Atlanta pediu um tempo logo em seguida e conseguiu sustentar a liderança. Mas viu o adversário na sua cola pelo restante da disputa.

Tudo estava completamente indefinido quando restavam dez segundos para o fim. O Hawks vencia por 88 a 85, mas a posse de bola era do Magic. Hedo Turkoglu disparou um arremesso de três no último segundo na tentativa de empatar o duelo e mandá-lo para a prorrogação. Mas o tiro disparado pelo ala bateu no aro e não entrou.

Festa da torcida local, que comemorou a terceira vitória na série. A classificação pode vir já no próximo jogo, que será realizado na terça-feira em Orlando.

Leia tudo sobre: orlando magicnbaatlanta hawks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG