Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Atlanta surpreende Chicago fora de casa e sai na frente na série

Liderado por atuação inspirada de Joe Johnson, Hawks domina Bulls no último quarto e abre as semifinais da conferência com vitória

iG São Paulo |

O Atlanta Hawks surpreendeu o Chicago Bulls fora de casa nesta segunda-feira. O time da Geórgia conquistou a vitória por 103 a 95 e saiu na frente na série válida pelas semifinais da Conferência Leste.

Joe Johnson foi o maestro da vitória do Hawks. O ala-armador acertou 12 arremessos em 18 tentados e marcou 34 pontos. Além disso, pegou quatro rebotes e distribuiu três assistências. O também ala-armador Jamal Crawford saiu do banco para anotar 22 pontos. Já o pivô Al Horford colaborou com nove pontos e 13 rebotes.

O destaque do Bulls foi Derrick Rose, dono de 24 pontos e dez assistências – apesar de ter errado 16 dos 27 chutes que disparou em direção à cesta. O armador preocupou a torcida no fim do jogo, ao sentir dores no tornozelo esquerdo, o mesmo que havia lesionado na série contra o Indiana Pacers. O ala Luol Deng também apareceu bem pela equipe local, com 21 pontos e seis rebotes.

O desempenho nos arremessos fez a diferença em favor dos visitantes na partida. O Atlanta converteu 51,3% dos seus tiros, ao passo que o Chicago teve índice de conversão de 44,6%.

Antes do início do jogo, Tom Thibodeau exibiu aos torcedores do United Center o troféu que ganhou de melhor treinador da temporada.

O jogo

Com um ataque improdutivo no começo da partida, o Bulls errou os nove primeiros arremessos que tentou e permitiu que o Hawks abrisse 9 a 0. A equipe só conseguiu sair do zero no placar depois de mais de quatro minutos jogados, quando Deng converteu dois lances livres.

Com aproveitamento de arremessos na casa dos 28%, o Chicago foi completamente dominado pelo adversário durante os 12 minutos iniciais. O primeiro quarto terminou com o Atlanta dez pontos à frente (28 a 18). Rose não tinha feito nem um ponto sequer até então.

Os mandantes se ajustaram ofensivamente no segundo período. Os reservas C.J. Watson e Kyle Korver apareceram bem e auxiliaram Deng a comandar a reação da equipe. A vantagem do Hawks ficava cada vez menos elástica na medida em que o intervalo se aproximava. Quando a partida chegou à metade, os visitantes tinham apenas um ponto de superioridade (51 a 50).

Não demorou muito para que o Chicago passasse à frente. A primeira liderança do time no confronto veio após dois lances livres certeiros de Noah (54 a 53), com menos de dois minutos jogados na segunda metade.

O Bulls ficou boa parte do terceiro quarto na ponta do placar, mas não conseguiu disparar. Melhor para o Hawks, que anotou sete dos nove últimos pontos do período e voltou a ficar na liderança (72 a 71).

O bom momento dos visitantes não parou por aí. Ao inaugurarem o último quarto com oito pontos consecutivos, abriram 80 a 71 no marcador. Thibodeau pediu um tempo imediatamente para tentar ajustar o Bulls em quadra, mas não deu certo. A equipe não conseguiu voltar a se aproximar com perigo em momento algum e saiu de quadra derrotada.

Os dois times voltam a se enfrentar na quarta-feira, novamente em Chicago.

Leia tudo sobre: chicago bullsnbaatlanta hawks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG