Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Atlanta elimina Orlando e vai enfrentar Chicago na próxima fase

Atuando dentro de casa, Hawks conquista nova vitória sobre Magic, ganha a série por 4 a 2 e se garante nas semifinais do Leste

iG São Paulo |

O Atlanta Hawks está classificado para enfrentar o Chicago Bulls nas semifinais da Conferência Leste. Nesta quinta-feira, venceu dentro de casa o Orlando Magic por 84 a 81 e encerrou a série com quatro vitórias em seis jogos.

O time da Geórgia fez campanha inferior à do Magic durante a temporada regular. Por isso, jogaria mais vezes fora de casa na série. Mas o mando de quadra foi quebrado logo na primeira partida, quando o Hawks venceu em Orlando.

Joe Johnson foi o grande comandante da vitória que garantiu a vaga do Atlanta na fase seguinte. O ala-armador marcou 23 pontos, pegou dez rebotes e distribuiu quatro assistências. Jamal Crawford, que também é ala-armador, saiu do banco e fez 19 pontos. O pivô Al Horford alcançou um “double-double”: dez pontos e 12 rebotes – além de seis assistências.

O principal atleta do Orlando, mais uma vez, foi Dwight Howard. O pivô somou 25 pontos, 15 rebotes e três tocos. O ala Hedo Turkoglu apareceu com 15 pontos. Já o armador Jameer Nelson contabilizou 11 pontos e seis assistências.

Esta é a primeira vez desde 2007 que o Magic é eliminado dos playoffs logo na primeira fase.

O jogo

As equipes se revezaram algumas vezes na liderança nos minutos iniciais. Mas o Hawks se consolidou na frente na reta final do primeiro quarto, terminando o período cinco pontos à frente (23 a 18). A vantagem dos mandantes chegou a atingir uma dezena (36 a 26) depois de uma cesta de Crawford a seis minutos e meio do intervalo.

O ataque do Magic, que pouco havia produzido até então, demonstrou melhora a partir de então. Assim, o time conseguiu reduzir um pouco do prejuízo no final da primeira metade e foi para os vestiários perdendo por seis pontos (42 a 36).

O Hawks manteve-se à frente no retorno do intervalo, tendo até voltado a abrir distância de dois dígitos em alguns momentos. A situação do Orlando parecia bem delicada quando restavam nove minutos para o fim do jogo, quando sofreu uma bola de três de Crawford e viu a desvantagem atingir os 12 pontos (71 a 59). No entanto, Howard e Nelson comandaram a reação.

Foi com uma bandeja de Nelson a 34 segundos do encerramento da disputa que o Magic chegou a ficar a um ponto do empate (82 a 81). Em seguida, no ataque do Hawks, o ala Marvin Williams arremessou livre de três pontos e errou. Mas a equipe da casa ficou com o rebote ofensivo. Com apenas oito segundos no relógio, não restou outra alternativa aos visitantes que não fosse cometer a falta.

Crawford foi para a linha do lance livre e converteu os dois tiros, colocando o Hawks à frente por 84 a 81. O Orlando veio para um ataque derradeiro e teve a chance do empate com J.J. Redick. Apesar de estar completamente livre no momento em que disparou o chute de longa distância, o ala-armador não acertou o alvo.

Horford ficou com o rebote para o Hawks, mas acabou saindo de quadra quando pisou no chão. Dessa maneira, o Magic ainda teria mais uma oportunidade de evitar a eliminação. Mas a defesa realizou um bom trabalho em cima de Jason Richardson, que não conseguiu fazer com que a bola chegasse à cesta.

Festa da torcida em Atlanta, que comemorou a classificação às semifinais do Leste para enfrentar o Chicago Bulls.

Leia tudo sobre: orlando magicnbaatlanta hawks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG