Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Atlanta domina Orlando e vence fora de casa

Hawks sofreu com ótima atuação do pivô Dwight Howard, mas abriu série dos playoffs com importante triunfo como visitante

iG São Paulo |

Getty Images
Al Horford faz a cesta para o Atlanta
O Atlanta Hawks surpreendeu na abertura da série de playoff contra o Orlando Magic. Mesmo jogando fora de casa, a equipe superou a ótima atuação de Dwight Howard e dominou completamente o time da Flórida para vencer por 103 a 93.

Ao contrário do que aconteceu na temporada passada quando foi amplamente dominado pelo Orlando na segunda rodada dos playoffs (derrota por quatro jogos a zero), o Atlanta comprovou por que esta série deve ser uma das mais equilibradas. Quarto colocado do Leste durante a fase de classificação, o Orlando não conseguiu manter o mando de quadra e agora terá que vencer partidas fora de casa para avançar.

A chave para a vitória do Atlanta foi a boa marcação aos jogadores do perímetro. O Hawks "permitiu" a Howard uma marcação individual, mas evitou as bolas de três pontos do Orlando. Com isso, o pivô terminou a partida com 46 pontos e 19 rebotes (melhor marca da carreira em playoff), mas teve pouca colaboração dos companheiros. Apenas o armador Jameer Nelson com 25 passou da casa de dez pontos.

No caminho contrário, o Atlanta apostou na boa atuação coletiva. Cinco jogadores pontuaram em dois dígitos. Entre eles o destaque foi Joe Johnson. O ala-armador foi o cestinha do Hawks com 25 pontos. Vindo do banco, Jamal Crawford foi outro com boa atuação. Foram 23 pontos.

O jogo

O Atlanta começou melhor o jogo. Marcando bem os jogadores do perímetro, o Hawks conseguiu dominar o placar. A situação poderia ser pior para o Orlando se não fosse pelo bom desempenho de Dwight Howard. O pivô do Magic marcou os 12 primeiros pontos da equipe. Apenas faltando dois minutos para o final do quarto é que Hedo Turkoglu conseguiu anotar um lance livre.

Após a entrada de J.J. Reddick já no minuto final é que o Orlando conseguiu a virada. O jogador voltou após perder 17 jogos por lesão. O ala-armador conseguiu a cesta que deu a virada com uma grande jogada e foi aplaudido de pé.

Getty Images
Destaque do jogo deste sábado, Dwight Howard tenta a jogada contra a marcação de Jason Collins do Atlanta

Howard seguiu comandando o Orlando no segundo quarto. O pivô chegou aos 31 pontos ainda no primeiro tempo. No entanto, o desempenho do restante da equipe ajudou o Atlanta. Sem contar os arremessos do astro, o Magic teve apenas cinco acertos em 23 tentativas. Com isso, o Hawks foi para os vestiários com 55 a 48 no placar.

O domínio do Atlanta persistiu na volta do intervalo. Com problemas para pontuar (apenas cinco pontos em cinco minutos no começo do terceiro quarto), o Orlando viu a desvantagem no placar subir para 13 pontos. Com isso, o treinador Stan Van Gundy resolveu pedir tempo.

A parada não deu resultado. Nervoso em quadra, o Orlando passou a forçar os ataques. Howard cometeu uma falta técnica e chegou à sua quarta infração na partida. O Atlanta aproveitou para ampliar a diferença entre as equipes para 17 pontos.

Jameer Nelson apareceu para tentar resolver a situação para o Orlando. Com 20 pontos no terceiro período, o armador comandou a reação do Magic na reta final do quarto. A diferença chegou a cair para apenas dez, mas o Atlanta recolocou 14 antes do começo dos 12 minutos finais.

Com boa vantagem, o Atlanta passou a controlar melhor as posses de bola para evitar uma reação do Orlando. Os donos da casa chegaram a diminuir a diferença para apenas oito. No entanto, após um erro de Turkoglu, Jamal Crawford colocou uma bola de três pontos para sacramentar o triunfo.
 

Leia tudo sobre: Dwight HowardOrlando MagicAtlanta Hawks

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG