Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Astros brilham e Miami derrota o Denver de Nenê Hilário

Wade e James passam de 30 pontos e Bosh colabora com um "double-double" em vitória. Pivô brasileiro é apenas discreto

iG São Paulo |

AP
Bosh e Dampier tantam bloquear Afflalo
O Miami Heat mostrou a sua força mais uma vez. Jogando em casa e com boa atuação de suas estrelas, o time da Flórida dominou o Denver Nuggets do pivô Nenê Hilário na noite deste sábado e venceu por 103 a 98. O jogador brasileiro teve atuação apagada.

Com apenas dez pontos e dois rebotes nos 29 minutos em que participou da partida, Nenê nada pôde fazer diante da boa atuação dos astros do Miami. LeBron James com 33 e Dwyane Wade com 32 foram os principais cestinhas da noite. Já Chris Bosh colaborou com um "double-double" ao anotar 18 pontos e pegar 11 rebotes.

Com o desempenho pouco efetivo de Nenê, o Miami aproveitou para dominar o garrafão. A briga pelos rebotes foi uma das chaves para a vitória do Heat neste sábado. O time da Flórida pegou 38 contra 21 do Nuggets.

Sem o brilho de Nenê, os reservas Danilo Gallinari e J.R. Smith foram os melhores do Denver. A dupla anotou, respectivamente, 23 e 27 pontos. No entanto não foi o suficiente para evitar a 29ª derrota em 70 jogos na temporada.

Já o Miami conseguiu o seu 48º triunfo após 70 partidas no campeonato. Apesar do resultado positivo, o time da Flórida segue na terceira colocação da Conferência Leste.

O jogo

O Miami se impôs logo no começo da partida. Sem sofrer pontos nos quatro minutos iniciais, o time da Flórida abriu 10 a 0. O amplo dominio do Heat seguiu no primeiro quarto e a equipe chegou aos três minutos finais do quarto com 14 pontos de vantagem. No entanto, o Denver melhorou após pedido de tempo do treinador George Karl e reduziu a desvantagem para apenas oito: 29 a 21.

A reação do Nuggets ganhou mais força no segundo quarto. O Denver segurou o ataque do Heat por três minutos e reduziu a diferença para apenas um ponto (35 a 34) e obrigou o treinador Erik Spoelstra a pedir tempo. A parada deu resultado e o Miami anotou dez pontos seguidos para recuperar o conforto no placar e ir para o intervalo com 56 a 47.

Assim como no principio do jogo, o Miami começou melhor o segundo tempo. Com Wade, Bosh e James funcionando bem e o ataque acertando 58%, o manteve a vantagem acima dos 10 pontos por 11 minutos. Apenas no minuto final do período o Denver conseguiu reduzir para oito: 79 a 71.

O Denver começou melhor o período decisivo e reduziu a desvantagem para apenas quatro pontos nos três primeiros minutos. A reação do Nuggets fez com que o Heat se concentrasse mais defensivamente. Com bloqueios seguidos, o Miami evitou o ataque dos visitantes e jogou a diferença entre as equipes novamente para dois dígitos.

O Miami chegou a colocar 15 pontos de frente, mas viu o Denver reduzir a desvantagem para abaixo dos dez (99 a 94) graças aos nove feitos por J.R. Smith no período. No entanto, a reação não teve sequência e o Heat conseguiu conduzir o placar com tranquilidade nos minutos finais.
 

Leia tudo sobre: Miami HeatLeBron JamesDwyane WadeChris BoshNBA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG