Apesar do susto no fim, seleção argentina reage, conquista vitória e assegura classificação à próxima fase do Mundial Sub 19

A Argentina mediu forças com a Rússia nesta terça-feira pelo Mundial Sub 19 e levou a melhor. Depois de ter sido amplamente superior no primeiro tempo, permitiu que o oponente virasse no último quarto. Contudo, reassumiu a ponta do marcador no fim e conquistou a vitória por 73 a 70.

O ala Patricio Garino comandou a vitória da Argentina ao acertar três bolas de longa distância e anotar 19 pontos. O ala-pivô Franco Giorgetti contribuiu com 16 pontos. Já o pivô Marcos Delia somou 14 pontos, oito rebotes e três assistências.

Responsável pela vitória sobre o Brasil na estreia do Mundial Sub 19 , o ala Sergey Karasev foi o destaque da Rússia com 25 pontos e oito rebotes. O ala Vladislav Trushkin alcançou 12 pontos e seis rebotes. O também ala Gleb Goldyrev fez os mesmos 12 pontos.

Com o resultado, os argentinos já estão classificados para as quartas de final . Austrália e Polônia também já se garantiram. A última vaga do Grupo E ficará com Brasil ou Rússia. A Letônia já está eliminada .

A Argentina será o adversário do Brasil nesta quarta. Já a Rússia encara os letões.

O jogo

No princípio, as equipes não se desgrudavam do marcador. Decorridos sete minutos de jogo, o placar estava empatado em seis pontos. Mas os argentinos foram melhores na reta final do primeiro quarto e abriram 16 a 12 no placar.

Nos cinco minutos iniciais do segundo período, só deu Argentina em quadra. Comandado por Garino, o time sul-americano emplacou uma sequência de 13 pontos consecutivos e ampliou sua vantagem para 29 a 12. O ataque russo só voltou a pontuar restando pouco mais de quatro minutos para o intervalo, com uma cesta de Trushkin.

A Rússia perdia por 13 pontos na metade da partida: 39 a 26. Os europeus, no entanto, retornaram para a segunda metade com postura ofensiva completamente diferente, tanto que produziram 25 pontos no terceiro quarto – somente um a menos do que somaram nos dois primeiros.

Após dois lances livres de Karasev nos segundos finais, a Rússia fechou terceiro período apenas três pontos atrás: 54 a 51. O jogo estava completamente indefinido. Os russos chegaram a passar à frente e tinham cinco pontos de liderança após dois outros arremessos livres convertidos por Karasev, com dois minutos e meio restantes.

Contudo, a Argentina reassumiu o controle da partida e dominou no fim. Com uma defesa eficiente, marcou dez dos 12 últimos pontos do confronto, conquistou a virada e assegurou a vitória que a garante nas quartas de final.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.