Jogadores afirmam que o time vai rapidamente esquecer o vice-campeonato e voltar as atenções para série contra o Joinville

A derrota para o Obras Sanitarias por 80 a 77 na noite desta quinta-feira na decisão do Torneio Interligas frustrou os planos do Pinheiros. O time da capital paulista sonhava conquistar o título desta que foi sua primeira competição internacional da história.

Divulgação
Juan Pablo Figueroa em ação pelo Pinheiros
“Os detalhes acabaram decidindo”, analisou o ala Shamell Stallworth, dono de 15 pontos e três assistências na partida. “O jogo foi muito igual até o fim. Acho que estamos de parabéns, pois lutamos até o último minuto pela vitória”.

A avaliação de Shamell destaca ainda um outro ponto que contribuiu para que os argentinos deixassem o ginásio Henrique Villaboim com o título nesta noite: o tempo de preparação. “Nós jogamos no final de semana em Franca e tivemos poucos dias de intervalo para esta partida, enquanto eles tiveram uma semana a mais”.

No entanto, os jogadores sabem que não terão muito tempo para digerirem o revés. O time volta à ação já no sábado, contra o Joinville, pelo primeiro jogo das quartas de final do NBB.

“Agora precisamos esquecer tudo e deixar o que passou para trás”, disse o armador Juan Pablo Figueroa, que fez 11 pontos e teve dois roubos de bola na decisão. “Temos que manter nosso foco agora no NBB. Nosso objetivo é conquistar esse título para terminarmos o ano felizes”.

A perda de um título é sempre desagradável, mas não incomodará o Pinheiros por muito tempo. É o que garante Shamell, que diz que nesta sexta-feira o time já estará com suas atenções voltadas exclusivamente para a sequência do NBB.

“Teremos uma série muito difícil contra Joinville pela frente, mas nós estamos preparados para enfrentá-los”, concluiu o ala.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.