Tamanho do texto

Jogadores e liga norte-americana continuam sem entrar em consenso sobre o teto salarial

Foi realizada nesta quinta-feira mais uma reunião entre o sindicato dos atletas e os proprietários das franquias para debater o teto salarial da próxima temporada da NBA (Liga Norte-americana de Basquete). As negociações não avançaram e o adiamento do calendário se tornou ainda mais provável.

O encontro desta quinta, que durou cerca de cinco horas, contou com a presença de David Stern, comissário da Liga, e de Billy Hunter, representante dos jogadores. De acordo com fontes locais, o adiamento dos treinamentos e da pré-temporada tem tudo para ser anunciado na sexta-feira.

O canal esportivo 'ESPN' divulgou inclusive os principais entraves entre as partes. As franquias estariam almejando diminuir a porcentagem do capital que a Liga gera e que é repassada aos jogadores para menos de 50%. Enquanto isso, os atletas - que recebiam até a temporada passada uma parcela de 57% - propuseram 54%.

Sem o locaute, a temporada da NBA teria início no dia 1º de novembro, ao passo que a pré-temporada começaria já no dia 4 de outubro.

    Leia tudo sobre: nba