Seleção masculina que irá para o Pré-Olímpico de basquete ainda não definida. Dos 14 jogadores, dois serão cortados

O armador Rafael Luz foi um dos destaques da vitória da seleção masculina de basquete sobre o México por 79 a 57, nesta quinta-feira, em São Paulo. Mesmo iniciando a partida como titular, o jogador do Unicaja Málaga, da Espanha, nega que tenha vantagem sobre seus concorrentes Nezinho e Raulzinho por uma vaga no grupo que disputa o Pré-olímpico de Mar Del Plata no fim do mês.

O técnico Ruben Magnano ainda fará dois cortes entre os 14 atletas que treinam atualmente com a seleção brasileira em São Paulo para definir os jogadores que viajam à Argentina. Entre os armadores, Marcelinho Huertas e Marcelinho Machado já estão garantidos na equipe. O ala Vitor Benite, que pode atuar na posição, também tem vaga praticamente assegurada.. Como eu não joguei na Venezuela, o Ruben quis me dar um pouquinho mais de oportunidade e eu tinha que aproveitar, né? Não posso perder tempo", avaliou Luz, que não defendeu o Brasil no torneio Super 4, na Venezuela, porque a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) não havia pago seu seguro ao clube espanhol. "Já não joguei os três jogos do torneio, não tem nada decidido", explicou.

Rafael Luz iniciou o confronto com o México nesta quinta-feira entre os titulares do Brasil e foi responsável pelas principais jogadas do time no primeiro quarto de partida. O armador, que deixou a quadra com seis pontos marcados, três rebotes e duas assistências, aprovou o desempenho da equipe nacional, apesar da dificuldade de desgarrar no marcador nos primeiros períodos.

"Fizemos um bom jogo em geral, a gente correu bastante. Fizemos bem as movimentações, bons arremessos parados, que é o que o Ruben mas pedia para a gente, mas a bola não entrou no primeiro tempo. No segundo, a gente aumentou o nível de acerto e conseguiu a vantagem", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.