Comandada por Clarissa Santos, equipe da Grande SP aplica massacre fora de casa e respira no torneio. Próximo jogo será na quarta

Americana segue vivo na busca pelo título do Campeonato Paulista feminino. A equipe precisava da vitória neste domingo para evitar o título de Santo André. E conseguiu. Mesmo atuando fora de casa, massacrou o rival por 75 a 47 e reduziu a desvantagem na série melhor de cinco para 2 a 1.

Clarissa Santos foi o grande destaque do time de Americana ao registrar 23 pontos e 15 rebotes. Karla Costa teve 15 pontos e seis rebotes. Sílvia Luz colaborou com 14 pontos.

Pelo lado de Santo André, quem melhor apareceu foi Micaela Jacintho, dona de 18 pontos e cinco rebotes. Êga Galvão somou dez pontos e seis rebotes. Já a cubana Ariadna Felipe, bem marcada, teve atuação apagada: foram apenas sete pontos e quatro rebotes para ela.

O jogo

O Santo André começou melhor e abriu 4 a 0. No entanto, Americana melhorou na defesa e ficou seis minutos sem sofrer pontos. Com isso, as visitantes aproveitaram para virar o placar e colocar 13 de vantagem ainda no primeiro quarto: 17 a 4.

Santo André voltou melhor no ataque para o segundo quarto. As donas da casa chegaram a reduzir a desvantagem para apenas oito pontos.

Contudo, o Americana seguiu trabalhando bem ofensivamente e ampliou o domínio. Apático, o time andreense passou a cometer erros e permitiu 17 pontos de vantagem para o time americano.

Após pedido de tempo feito pela treinadora Laís Elena, o Santo André ameaçou. Com uma arrancada de sete pontos seguidos em um minuto, a equipe reduziu para apenas nove a desvantagem antes do intervalo: 33 a 24.

O intervalo fez muito bem para as visitantes. Americana recuperou o total controle do jogo. Santo André não conseguiu fazer um bom trabalho defensivo. As donas da casa permitiram 24 pontos às rivais.

Com isso, o time americano chegou a colocar 20 de vantagem antes de fechar o terceiro quarto com 57 a 37 no marcador.

Com grande desvantagem no último período, Santo André passou a forçar a defesa. A atitude não deu resultado. Americana conseguiu controlar bem o tempo de posse de bola no ataque e manteve a folga no marcador.

Nos minutos finais, a equipe andreense ainda cometeu muitos erros e as atuais campeãs paulistas aumentaram a vantagem.




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.