Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Aldridge brilha e Portland supera o San Antonio em casa

Ala-pivô fez 40 pontos na vitória do Blazers, recorde da carreira. Tiago Splitter jogou dois minutos pelo Spurs e fez um ponto

iG São Paulo |

O San Antonio Spurs, time de melhor campanha da temporada, visitou o Portland Trail Blazers nesta terça-feira e conheceu a sua oitava derrota no campeonato ao ser batido por 99 a 86.

Tiago Splitter jogou por pouco tempo e anotou apenas um ponto. O pivô brasileiro entrou em quadra quando restavam exatos 2:12 minutos para o final da partida, quando o técnico do San Antonio, Gregg Popovich, já havia jogado a toalha.

O argentino Manu Ginobili comandou a pontuação do Spurs ao marcar 17 pontos. Mas o principal destaque do time texano foi o pivô DeJuan Blair, dono de 14 pontos e 12 rebotes.

O grande responsável pela vitória do Portland sobre o melhor time da NBA do momento atende pelo nome de LaMarcus Aldridge. O ala-pivô marcou 40 pontos, sua maior pontuação da carreira, e pegou 11 rebotes. O armador Andre Miller contribuiu com 18 pontos e nove assistências.

AP
LaMarcus Aldridge em ação pelo Blazers

Só deu Spurs no começo do jogo. O time texano largou na frente ao anotar todos os sete primeiros pontos da partida. O Blazers só foi conseguir tirar o zero do seu marcador após uma cesta de Miller, depois de mais de quatro minutos jogados.

Aos poucos, os mandantes foram encostando e chegaram a passar à frente ao final do primeiro quarto, após bandeja de Patrick Mills nos segundos finais. Mas o San Antonio retomou o controle da partida no período seguinte, muito por conta dos 30 pontos anotados pelo seu eficiente ataque, e foi para o intervalo liderando por 52 a 47.

O Portland continuou na cola do adversário no retorno dos vestiários e, com uma sequência de sete pontos consecutivos, passou à frente na reta final do terceiro quarto (71 a 68). Só não encerrou o período na liderança porque Ginobili acertou uma bola de três nos segundos derradeiros e empatou o jogo em 71 pontos.

A igualdade permaneceu no marcador até a bandeja feita por Aldridge com cerca de sete minutos e meio por jogar. Esta cesta do ala-pivô deu início a uma corrida de 14 pontos a dois que acabou sendo decisiva para a vitória do Blazers. Com duplo dígito de desvantagem, o Spurs sentiu o golpe e não conseguiu mais ameaçar tomar o triunfo do adversário.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG