Assistente técnico da equipe da capital norte-americana desde 2009, Sam Cassell busca dividir conhecimento do jogo com os atletas e recebe elogios dos alunos

Sam Cassell orienta os jogadores durante treino do Washington Wizards
Getty Images
Sam Cassell orienta os jogadores durante treino do Washington Wizards

Ao longo das 15 temporadas que disputou na NBA , Sam Cassell construiu uma carreira vitoriosa. O currículo aponta três títulos conquistados e a participação no "All-Star Game" de 2004, além das médias de 15,7 pontos e 6,0 assistências por partida. Desde 2009, um ano após a aposentadoria, o ex-armador trabalhar como auxiliar técnico no Washington Wizards . Na nova função, procura usar a experiência que teve em quadra para ajudar os jovens do elenco, principalmente os que atuam na mesma posição em que jogava.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros fãs de basquete

A determinação em fazer os aprendizes evoluírem ao máximo ficou explícita durante a passagem do Wizards pelo Rio de Janeiro, ao longo da última semana. Após um dos treinos que a equipe realizou antes de enfrentar no sábado o Chicago Bulls, Cassell trabalhou separadamente com o ala-armador Bradley Beal. Foram minutos intensos de arremessos rápidos de média e longa distância, com pausa apenas nos momentos em que o agora professor tinha alguma recomendação a passar.

"É uma experiência ótima", disse Beal ao iG . "Ele já jogou na NBA. Era um armador, mas pontuava bem. Tenho muito a aprender com ele e é isso o que tem acontecido. Ele dá dicas e eu estou sempre ouvindo tudo o que ele tem a me dizer", completou o ala-armador, que está prestes a disputar sua segunda temporada na NBA.

Leia também: Nenê assume papel de líder do Wizards, mas admite que nem todos o escutam

Não é só Beal que se beneficia com o fato de o Wizards ter na comissão técnica um ex-jogador como Cassell. Tido como o principal nome do atual elenco do time de Washington, o armador John Wall também se refere ao auxiliar como um professor, até por não esconder a admiração que tem por tudo o que ele mostrou em quadra nos tempos de jogador.

Veja ainda: Filho de ex-estrela da NBA busca espaço no Wizards e evita se comparar ao pai

"Foi um dos melhores arremessadores de média distância que já vi", opinou Wall. "Jogou na NBA por 15 anos e ganhou três campeonatos. Portanto, sabe o que é preciso fazer para se vencer nesta liga. Ele me ajuda em muitas coisas. É um dos meus mentores", completou.

De acordo com a as regras internas do Wizards, os assistentes não têm autorização para dar entrevista. A franquia esclareceu que apenas uma voz na comissão técnica pode ser ouvida pela imprensa: a de Randy Wittman, comandante da equipe. Coube a ele, então, comentar o trabalho de Cassell.

E mais: Diretor vê NBA voltando ao Brasil em 2014 e coloca Allianz Parque como opção

"É alguém que esteve na liga um bom tempo, foi 'all-star' e campeão", afirmou Wittman. "Tem experiência e ajuda muito nossos armadores, sobretudo Wall e Beal. É muito bom para esses dois jovens treinar com ele", concluiu o comandante.

Com a ajuda de Cassell, Wall e Beal buscam nesta temporada mostrar dentro de quadra o amadurecimento necessário para conduzir o Wizards de volta aos playoffs. A última vez que a franquia da capital norte-americana conseguiu se classificar foi 2008. Época em que o auxiliar ainda era jogador.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.