Billy Hunter, diretor executivo da NBPA, alega que a liga não pode impor novas regras econômicas contra os jogadores sem negociar com união

Billy Hunter, diretor executivo da associação de jogadores da NBA
Getty Images
Billy Hunter, diretor executivo da associação de jogadores da NBA

Um dia depois de a NBA confirmar multa para quem simular falta , o diretor executivo da associação de jogadores da liga (NBPA), Billy Hunter, emitiu um comunicado oficial condenando a regra. "A NBA não tem a permissão de impor unilateralmente novas regras econômicas contra os jogadores sem antes negociar com a união", disse.

A NBA faz certo em multar os atletas que simulam faltas? Comente

De acordo com a nova regra, o jogador que tentar enganar o árbitro será multado em US$ 5 mil (R$ 10,1 mil). Os reincidentes poderão arcar com punições de até US$ 30 mil (R$ 60,7 mil), antes de serem suspensos da liga.

Leia também:  Paul Pierce admite ter pensado na possibilidade de deixar o Boston Celtics

"Acreditamos que qualquer punição monetária para um ato deste tipo é inapropriada e sem precedentes no nosso esporte, ou em qualquer outro esporte", completou o dirigente.

A nova temporada da NBA está prevista para começar no dia 30 de outubro. Em 2011, o campeonato ficou suspenso até dezembro devido a um impasse trabalhista entre jogadores e proprietários das franquias. 

Veja o ranking dos melhores jogadores da NBA feito pela ESPN norte-americana:


    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.