Outra mudança será o maior uso de tecnologia durante as partidas, onde o árbitro poderá usar o recurso a qualquer momento da partida, não somente nos minutos finais

LeBron James arma ataque do Miami Heat
Getty Images
LeBron James arma ataque do Miami Heat

Principal liga de basquete do mundo, a NBA terá mudanças significativas nas próximas temporadas. O comissário David Stern e os donos das franquias se reuniram nesta quinta-feira, em Las Vegas, e definiram que, a partir da temporada 2013/2014, as equipes da competição norte-americana poderão divulgar patrocinadores em seu uniforme.

Leia mais opiniões sobre basquete no blog do Fábio Sormani

Apesar dos patrocinadores ocuparem pequeno espaço nos uniformes dos times, a expectativa é de que as franquias arrecadem U$S 100 milhões (cerca de R$ 202,5 milhões) através deste novo meio de divulgação. O vice-presidente da NBA, Adam Silver, explicou que as franquias terão tempo para escolher seus anunciantes e que, além disso, a Adidas, fornecedora oficial de material esportivo da liga, espera comercializar os uniformes já com os patrocinadores.

E MAIS:  Houston Rockets confirma contratação da revelação Jeremy Lin

Outra mudança será o maior uso de tecnologia durante as partidas. O recurso eletrônico, que podia ser utilizado apenas nos dois minutos finais do jogo ou da prorrogação, agora terá uso livre do árbitro, que poderá usar o replay para sanar qualquer tipo de dúvida sobre uma falta flagrante durante o confronto.

CONFUSÃO:  Médico desmente morte de pivô do Brasília, que teve óbito decretado

"Os árbitros verão o replay assim que a falta flagrante for chamada. Com isto, decidirão a marcação, podendo optar até mesmo por uma falta comum", explicou Stern. "Temos um grupo de proprietários felizes", encerrou o comissário da competição mais importante do basquete norte-americano.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.