Publicidade
Publicidade - Super banner
Basquete
enhanced by Google
 

Leandrinho revela sete propostas e ansiedade por acerto de contrato

Contrato do ala brasileiro, que se prepara com a seleção para as Olímpiadas, expirou e ele agora tem que decidir em que franquia jogará na próxima temporada

Gazeta |

Divulgação/CBB
Leandrinho e Nenê treinam pela seleção na preparação para as Olimpíadas

O ala Leandrinho tem vivido dias de ansiedade durante a preparação da seleção brasileira masculina para os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Sem contrato com nenhum time após o fim da temporada da NBA, ele negocia com sete equipes para saber qual franquia defenderá na próxima temporada da liga norte-americana.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O brasileiro iniciou o campeonato passado atuando pelo Toronto Raptors, mas sem destaque foi envolvido em uma troca com o Indiana Pacers. Na nova franquia, o ala teve mais sorte, disputou os playoffs da liga norte-americana e acredita ter causado boa impressão, já que uma das propostas na mesa de seu empresário é do time.

Confira também:  NBA lança loja no Brasil e planeja amistoso para expandir mercado

"Tem sete times e eu fico feliz de saber que meu mercado está bom. Agora é a ansiedade de saber o que vai acontecer, não sou só eu que estou nessa situação, então a gente fica na espera", revelou o jogador paulista, que vê com bons olhos uma possível permanência nos Pacers."Não gosto de ficar indo muito para lá ou para cá. Não pude fazer muita coisa no Indiana, mas acho que a galera gostou bastante de mim e eu gostei do jeito que as coisas são, vamos ver".

Leia mais:  Brasil bate Grécia e fica com título de torneio amistoso de basquete

Outro possível destino de Leandrinho é o Brooklyn Nets, New Jersey Nets até a última edição da NBA. O Phoenix Suns, equipe que ele defendeu por sete temporadas e pela qual foi eleito o melhor reserva do campeonato de 2006-2007, está descartado pelo próprio jogador.

Leandrinho garante que a indefinição de seu futuro não atrapalha a preparação para as Olimpíadas de Londres, mas a situação impede que ele treine normalmente. Como não tem vínculo com nenhum time, o seguro do atleta é muito mais carao do que de outros e só foi pago pela CBB (Confederação Brasileira de Basquete) na última sexta-feira.

Veja também:  Lesão no olho pode tirar Tony Parker das Olimpíadas

Ainda aguardando a liberação de seus agentes, desfalcou a Seleção nos amistosos da última semana e não participa de simulações de jogo nas atividades comandadas pelo técnico Rubén Magnano em São Paulo.

"A partir do momento que eu entro em quadra, prefiro focar. Mas dei uma passo para fora, é complicado, fico pensando para saber o que vai acontecer, é difícil. A ansiedade é grande", disse o jogador. "A galera está treinando forte e eu tenho que ficar fora fazendo exercício na hora do cinco contra cinco. Mas já está tudo encaminhado para ser resolvido", explicou.

E ainda:  Seleção feminina de basquete perde outra para Austrália

A expectativa é que Leandrinho possa jogar com a seleção brasileira já nos amistosos de Buenos Aires desta semana contra Argentina e México. Na sequência, a equipe nacional disputa outro torneio amistoso em Foz do Iguaçu, antes de deixar o País para a fase final de preparação para as Olimpíadas.

Um jogo contra os Estados Unidos no dia 16 de julho, em Washington, e um triangular contra França e Austrália nos dias 21 e 22 de julho, em Estrasburgo, são os últimos passos da Seleção antes de Londres-2012.

Leia tudo sobre: leandrinhonba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG