Veterano treinador divulgou carta de agradecimento em sua despedida. Ele comandava a equipe francana desde 2005

Divugação
No total, Hélio Rubens comandou o basquete de Franca durante 24 anos
O treinador Hélio Rubens Garcia não comanda mais a equipe masculina de basquete do Franca. O anúncio da saída do técnico ocorreu nesta segunda-feira, após divulgação da carta de despedida de Hélio Rubens, de 72 anos, publicada também no site oficial da equipe. Não foi anunciado o nome de seu sucessor na equipe francana, eliminada nos playoffs do NBB (Novo Basquete Brasil) pelo São José por 3 jogos a 0.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nascido em Franca, Hélio Rubéns defendeu o clube em toda a sua carreira como jogador, tendo iniciado sua carreira de técnico também na equipe, em 1981, ao se aposentar como armador, ocupando o lugar Pedro Fuentes, o Pedroca. Embora tenha trabalhado em outras duas equipes (Vasco e Uberlândia), pelas quais inclusive sagrou-se campeão brasileiro, a imagem de Hélil Rubens está permanentemente ligada à Franca, onde foi campeão paulista, brasileiro e sul-americano. No total, foram 24 anos trabalhando como treinador da equipe paulista.

Veja também:  Pinheiros e Flamengo se classificam para semifinal

"Ao finalizar o meu contrato com o Franca Basquetebol Clube, em 30 de junho próximo, estarei me desligando da função de treinador da equipe, deixando a diretoria à vontade para a contratação do meu substituto", disse Hélio Rubens, em sua carta de despedida. "Depois de 24 anos como jogador e outros 24 como técnico, sinto-me honrado e orgulhoso por ter participado de todos os títulos conquistados pelo basquete desta cidade, notabilizada como a capital brasileira desta modalidade esportiva, justamente por ostentar o maior número de títulos conquistados na história do país", afirmou.

Leia mais sobre basquete no blog de Fábio Sormani

Nas últimas temporadas, Hélio Rubens não vinha conseguindo grandes resultados à frente da equipe de Franca. O último momento de brilho do treinador no comando do basquete francano foi em 2011, quando a equipe chegou ao vice-campeonato do NBB, perdendo o playoff decisivo para Brasília por 3 a 1. Neste último nacional, o Franca chegou a amargar uma série de seis derrotas consecutivas.

Hélio Rubens também foi treinador da seleção brasileira em duas oportunidades. Na primeira passagem, ficou em quinto lugar no Campeonato Mundial de 1990, na Argentina. Já na segunda ocasião em que comandou a equipe nacional, ele não conseguiu classificar a equipe para os Jogos Olímpicos de 2000, em Sydney, além de ter como melhor resultado em Mundiais um 8º lugar obtido em Indianápolis (EUA), em 2002, ano em que deixou o cargo. Foi ainda campeão pan-americano em Winnipeg (Canadá), em 1999.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.