iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

29/09 - 15:31

Carlos Colinas: "Tenho a consciência tranquila"

Treinador espanhol diz que Brasil sai do Mundial com a cabeça erguida, apesar da queda precoce na segunda fase

Gazeta Esportiva

Em seu primeiro grande desafio à frente da seleção brasileira feminina de basquete, Carlos Colinas não conseguiu levar o time além da segunda fase do Campeonato Mundial. Com quatro derrotas em seis jogos, as brasileiras foram bastante criticadas pelo mau desempenho apresentado em quadra.

"Tenho a consciência tranquila e este é o maior valor que um treinador pode ter", comentou o treinador espanhol, em entrevista ao SporTV. "No esporte você pode ganhar e pode perder. Vamos sair daqui com a cabeça alta e com uma vitória".

A despeito da eliminação, o Brasil ainda fará mais dois jogos na República Tcheca para a definição dos donos das posições entre nono e 12º lugar. Os adversários serão Grécia e Canadá, últimos colocados do grupo E da segunda fase da competição.

Segundo Colinas, o trabalho de preparação para o Mundial não teve maiores problemas, assim como o relacionamento entre as atletas: "O que esperávamos era jogar de forma mais competitiva e ganhar a maior parte dos jogos. Mas não tivemos a atenção necessária nos momentos decisivos e, se você cometer erros, os rival passa por cima. Estamos decepcionados".

O espanhol ainda concordou que a derrota para a Coreia do Sul logo na estreia foi fundamental para o fracasso brasileiro - se tivesse vencido aquela partida, a equipe estaria nas quartas de final. "Não só pela derrota, mas como ela aconteceu, no final de jogo", lamentou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


CBB/Divulgação

Carlos Colinas

Carlos Colinas
Sob comando do espanhol, time brasileiro teve duas vitórias e quatro derrotas no Mundial

Topo
Contador de notícias