iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

23/09 - 07:01

Brasil busca quebrar gelo na estreia do Mundial contra a Coreia
Equipe comandada pelo espanhol Carlos Colinas joga na cidade de Brno nesta quinta-feira às 10h15 (Brasília)

Bruno Pongas, iG São Paulo

Data: 22/09/2010
Horário: 10h15 (Brasília)
Local: Brno, República Tcheca
Onde ver: SporTV, ESPN, Bandsports e TV Esporte Interativo

O jogo
Após quatro anos mais um Campeonato Mundial vai começar. O Brasil está no grupo C, ao lado de Coreia do Sul, Mali e Espanha. O adversário na estreia será o conjunto sul-coreano, que aposta nos tradicionais tiros de longa distância para triunfar.

As comandadas de Carlos Colinas possuem amplo favoritismo, mas é sempre bom lembrar que o período preparatório para o Mundial foi um tanto quanto decepcionante. Em solo brasileiro, a equipe foi derrotada por Cuba num minitorneio disputado em Barueri (SP). Já na França, em outro campeonato amistoso, o Brasil perdeu para as donas da casa e para as japonesas.

O elenco, no entanto, estava desfalcado de suas duas melhores atletas. Iziane Castro e Érika de Souza estavam nos EUA, onde disputaram a final da WNBA com a camisa do Atlanta Dream. Após perder a final para o Seattle Storm, a dupla voou imediatamente para a Europa e se juntou ao restante da equipe.

“Estreia em qualquer torneio dá um friozinho na barriga tanto nas jogadoras mais novas como nas mais experientes”, afirmou a experiente pivô Alessandra, de 36 anos.

Sobre a Coreia, Alessandra frisou que elas têm um estilo bem diferente do que a equipe brasileira está acostumada a enfrentar. "É um jogo muito veloz, que exige bastante dos adversários", disse Alessandra. "Por elas serem mais baixas, podemos levar vantagem debaixo da cesta. Mas o fundamental será estarmos focadas, concentradas o tempo todo, porque qualquer descuido nosso elas aproveitam".

A principal arma sul-coreana é o arremesso de longa distância. Por conta disso, Alessandra alertou: "Temos que defender forte, marcar bem o chute de três pontos e tomar cuidado com os contra-ataques”.

Brasileiras e coreanas já se enfrentaram nove vezes em campeonatos oficiais. O Brasil leva desvantagem: 5 a 4 para as sul-coreanas. O último confronto entre ambos foi nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. A Coreia venceu no tempo-extra por 68 a 62.

Provável quinteto titular do Brasil
1- Adrianinha
2- Helen
3- Iziane
4- Franciele
5- Érika

CBB


Fique de olho
Iziane teve sua melhor temporada na liga norte-americana de basquete com média de 16,9 pontos por jogo. Bem fisicamente, a ala será a chave do Brasil para o confronto diante das sul-coreanas.

Provável quinteto titular da Coreia do Sul
1- Mi Sun Lee
2- Jung Eun Park
3- Yeon Ha Beon
4- Sunmin Jung
5- Kwe Ryong Kim

Getty Images

Fique de olho
A ala Yeon Ha Beon vem sendo o destaque da Coreia do Sul ao longo dos últimos anos. Nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, ela obteve médias de 14,2 pontos, 2,3 rebotes e 2,3 assistências. Contra o Brasil, Beon terá que suar a camisa se quiser levar seu país à vitória.

Brasil

Jogadora Posto Altura Idade
Adrianinha Armadora 1m70 31
Helen Armadora 1m76 37
Silvia Gustavo Ala 1m83 28
Érika de Souza Pivô 1m96 28
Alessandra Pivô 2m00 36
Kelly  Pivô 1m92 30
Fernanda Beling Ala 1m86 27
Damiris Pivô 1m92 17
Karen Gustavo Ala 1m83 26
Palmira Armadora 1m73 26
Iziane Ala 1m80 28
Franciele Pivô 1m97 22

Coreia do Sul

Jogadora Posto Altura Idade
Mi Sun Lee Armadora 1m74 31
Ji Yoon Kim Armadora 1m69 34
Yeon Ha Beon Ala 1m80 30
Jung Eun Park Ala 1m80 33
Sunmin Jung Pivô 1m85 35
Sun-Hwa Jung Pivô 1m92 30
Kwe Ryong Kim Pivô 1m86 25
Young Suk Kang Pivô 1m86 29
Bo Mi Kim Ala 1m76 24
Danbi Kim Ala 1m80 20
Yung Hui Lim Armadora 1m78 30
Jung-Ja Sin Pivô 1m85 29


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Site oficial

Érika de Souza

Érika de Souza
Pivô que joga nos EUA é um dos destaques da equipe brasileira

Topo
Contador de notícias