iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

16/09 - 23:30

Storm vence time das brasileiras e conquista o título da WNBA
Jogando fora de casa, equipe dona da melhor campanha na temporada regular foi soberana e conquistou o segundo título de sua história

Bruno Pongas, iG São Paulo

Em combate brigado, onde prevaleceu a força sobre a técnica, o Seattle Storm venceu o Atlanta Dream por 87 a 84, fechou a série melhor de cinco em três a zero e levou para casa o título da WNBA – o segundo de sua história.

O jogo começou com ampla vantagem para o Storm, que entrou mais tranquilo em quadra e soube se aproveitar do seu conforto na série para se desgarrar no marcador. Com um bom trabalho na tábua ofensiva, a equipe de Brian Agler venceu o primeiro quarto por 28 a 24.

No segundo período, o Storm seguiu na ponta. No entanto, a ala Angel McCoughtry começou a acertar tudo e aos poucos foi cortando a diferença. A virada veio na boca do intervalo, quando McCoughtry fez seu 19º ponto e pôs o Dream finalmente na dianteira (44 a 43).

Site oficial
Após o fim da partida, jogadoras do Storm só tiveram que correr pro abraço

Na volta do descanso, as donas da casa continuaram com a forte defesa e dificultaram a vida do Storm. Contudo, uma ótima corrida das visitantes no meio do período colocou novamente a equipe de Seattle na liderança.

Para o quarto derradeiro, as comandadas de Marynell Meadors precisavam eliminar uma vantagem de sete pontos (67 a 60). Mas ficou difícil superar o time de melhor campanha ao longo da temporada regular. À frente no marcador, o Storm jogou como quis, dominou o embate e fez a festa na casa inimiga.

Apesar do revés, a cestinha da noite foi Angel McCoughtry, que anotou 35 pontos. A brasileira Iziane também foi bem: 21 pontos para ela. A pivô Érika, por fim, começou como titular e contribuiu com 10 pontos e 13 rebotes.

No Storm, destaque para o jogo coletivo. Das nove jogadoras que entraram em quadra, cinco anotaram dez ou mais pontos: Swin Cash (18), Lauren Jackson (15), Camille Little (15), Tanisha Wright (13) e Sue Bird (14).

Site oficial
Jogadoras posam para foto ao lado do belo troféu da WNBA

Campanha
O Seattle Storm fez uma das melhores campanhas da história da WNBA. Foram 28 triunfos e apenas seis derrotas na temporada regular. A equipe ainda conseguiu um feito único: não perdeu nenhuma partida atuando em seus domínios, nem na pós-temporada.

De quebra, a pivô Lauren Jackson foi eleita a MVP (melhor jogadora) em 2010 – feito alcançado pela terceira vez na carreira - e Brian Agler ficou com o prêmio de melhor técnico. Entre as estrelas, destaque ainda para a inteligente armadora Sue Bird, responsável por organizar e acalmar as companheiras, e para a veterana Swin Cash, que finalmente se encaixou no esquema do treinador e fez uma grande época.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

Lauren Jackson

Lauren Jackson
Mesmo bem marcada, estrela do Storm anotou 15 pontos

Topo
Contador de notícias