iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

18/09 - 16:08

Pistons é 'forçado' a manter base para próxima temporada

Presidente da franquia queria negociar alguns jogadores, mas nenhuma boa proposta apareceu

Gazeta Esportiva

DETROIT (Estados Unidos) - Se dependesse do presidente operacional de basquete do Detroit Pistons, Joe Dumars, a franquia teria outra cara na próxima temporada da NBA. Segundo o dirigente, a intenção era reformular o grupo, o que acabou sendo impossível devido à ausência de boas propostas por seus jogadores.

"Conversamos com algumas equipes neste verão, mas nada do que me foi apresentado seria melhor do que já temos", reconheceu à The Associated Press. 'Este pode ser um dos times de elite, que brigará pelo campeonato', disse, apesar de não esconder seu descontentamento com o resultado da última campanha.

"O que eu disse na coletiva não foi novo para os jogadores. Eles sabiam que estou infeliz com a forma como terminamos nossa última temporada". Os Pistons foram eliminados na Final da Conferência Leste pelo Boston Celtics, que acabou como campeão da liga. A eliminação foi no sexto jogo, em Detroit.

A campanha custou o emprego do técnico Flip Saunders e quando o treinador foi dispensado, Dumars deixou claro que, com exceção de Rodney Stuckey, nenhum jogador estava livre de ser negociado. Sob o comando de Michael Curry, o dirigente acredita que a equipe voltará a brigar pelo título na final, ainda que mantenha os mesmos jogadores da campanha passada.

"Parte do motivo de contratarmos Michael Curry foi por ele poder injetar um senso de urgência e disciplina na forma como nós jogamos. Duas coisas que, na minha opinião, faltaram no último ano".

Os Pistons abrem seus treinos dia 29, e estréia na temporada dia 29 de outubro, enfrentando o Indiana Pacers.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias