iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

23/07 - 15:17

Seleção admite que grande 'chance' foi em 2007
Mesmo admitindo que a repescagem mundial era muito mais difícil, Marcelinho lembra que o grupo acreditou na classificação

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Ao desembarcar em São Paulo, na noite de terça-feira, após a disputa do Torneio Pré-olímpico Mundial, a seleção brasileira masculina de basquete admitiu ter desperdiçado sua principal chance de classificação para os Jogos de Pequim no classificatório continental, em 2007.

O Brasil disputou o Pré-olímpico das Américas, em Las Vegas, com a equipe quase completa, mas terminou na quarta colocação. Campeão e vice asseguraram presença na China.

"Provavelmente, sim, desperdiçamos (a vaga), em Las Vegas", reconhece o armador Marcelo Huertas. "Mas conseguir a vaga olímpica é muito difícil".

Segundo ele, a situação foi mais complicada porque os Estados Unidos precisaram do torneio para obter vaga em Pequim. A outra forma de classificação seria com a conquista do título mundial em 2006, mas a Espanha venceu o torneio.

Em Las Vegas, os Estados Unidos venceram a competição com a seleção B da Argentina em segundo. "O tiro mais curto e mais fácil era Las Vegas", admite o capitão Marcelinho Machado, lembrando os tropeços brasileiros na competição.

"Fizemos um jogo ruim contra Porto Rico, mas estávamos bem contra a Argentina". Classificado para as semifinais da competição, o Brasil só precisava vencer os argentinos para carimbar o passaporte, mas levou uma virada, desperdiçando oito pontos de vantagem no primeiro tempo, para perder por 91 a 80.

Mesmo admitindo que a repescagem mundial era muito mais difícil, Marcelinho lembra que o grupo acreditou na classificação. "Era mais difícil, mas não impossível".

"Todo mundo que estava aqui deu o seu máximo", destaca o pivô Rafael Araújo, o Baby. "A gente sempre quer o melhor. Não faltou vontade, não faltou nada. Não fizemos uma boa partida (contra a Alemanha) e eles aproveitaram um momento ruim nosso no segundo quarto. É muito triste para nós, mas todos estamos de cabeça erguida", completa o capitão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias