iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

18/06 - 17:05

Garbajosa deixa Raptors e sonha com Pequim
Na contramão da decisão da maior parte dos jogadores da NBA, o ala Jorge Garbarosa pretende correr riscos para defender a Espanha nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. Nesta quarta-feira, o Toronto Raptors conformou a dispensa do jogador, que ainda tinha mais uma temporada de vínculo com a equipe.

Gazeta Esportiva

"Não vou completar meu último ano de contrato com o Toronto", informou à Federação Espanhola de Basquete (FEB). Terça-feira, ele teve um encontro com o gerente geral dos Raptors, Bryan Colangelo, para definir sua situação.

"Esta decisão foi tomada por várias razões", afirmou o jogador. "A mais importante delas é que tudo isto é o melhor para todas as partes envolvidas". Além de Garbajosa e Colangelo, representantes da FEB e da empresa de seguros participaram da reunião.

Segundo o ala, seu futuro está incerto. "Agora tenho de ver o que vou fazer no futuro", explicou, sem descartar a possibilidade de atuar na China.

Garbajosa chegou aos Raptors na temporada 2006-07, mas não pode participar de toda a campanha porque quebrou a perna e machucou o tornozelo em um confronto contra o Boston Celtics, em março de 2007. No segundo semestre, apesar das recomendações contrárias da equipe médica da franquia, defendeu a Espanha no Campeonato Europeu depois que a FEB bancou o seguro no valor de US$ 1 milhão exigido pelo Toronto.

De volta à NBA, ele disputou sete jogos, mas novos exames mostraram que sua lesão não estava completamente curada. Depois de algum tempo, o jogado acabou sendo operado.

Para a Federação Espanhola, a decisão de Garbajosa foi motivo de alegria. "Jorge está perfeitamente recuperado de sua lesão e para nós esta é a melhor notícia", disse o presidente da FEB Joe Luis Saez. "Contarmos com Jorge é gratificante porque ele é um jogador que tem feito tudo pela seleção e queremos que continue assim".

Garbajosa é figura praticamente isolada no cenário internacional de basquete. Faltando pouco mais de um mês para o início dos Jogos Olímpicos, várias seleções receberam a notícia que não poderão contar com seus jogadores que atuam na NBA.

No início da semana, o Cleveland Cavaliers recusou liberar o pivô Zydrynas Ilgauskas para defender a Lituânia nos Jogos. Segundo a franquia, o histórico de lesões de Ilgauskas tornavam-no um 'jogador de alto risco'.

O Brasil, que ainda não tem vaga garantina em Pequim, também sofreu baixas importantes por recomendações médicas. Cinco dos seis jogadores que pediram dispensa da seleção, sendo três da NBA, alegaram problemas físicos para a solicitação.

Os desfalques são ala/armador Leandrinho Barbosa (Phoenix Suns), os alas/pivôs Anderson Varejão (Cavaliers) e Nenê (Denver Nuggets), além do armador Valtinho (BRB/Universo) e o pivô Paulão (Clínicas Rincón Axarquia).

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar