iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Basquete

14/06 - 16:14

Brasil supera abalo e mantém sonho olímpico
A manhã foi de muita conversa entre o técnico Paulo Bassul e as jogadoras da seleção brasileira feminina de basquete. A finalidade era recuperar o foco para manter a equipe na briga pela última vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim no Torneio Pré-olímpico Mundial.

Gazeta Esportiva

O bate-papo deu resultado e o Brasil venceu por 75 a 58 (43 a 20 no primeiro tempo).

Com este resultado, a equipe do técnico Paulo Bassul disptuta contra Cuba, neste domingo, às 14h30, a partida decisiva da vaga. Na sexta-feira, garantiram suas classificações as seleções da Espanha, República Tcheca, Letônia e Bielorrússia, esta última justamente em cima do Brasil.

Além do abalo pela derrota, a equipe brasileira precisou lidar com a instabilidade provocada pelo corte da ala Iziane, por indisciplina. A jogadora foi excluída da seleção após se recusar a voltar para quadra, insatisfeita por ficar 20 minutos no banco de reservas.

O jogo - Com Karla escalada para o quinteto titular no lugar de Iziane, o Brasil entrou na partida determinada. Angola marcou seu primeiro ponto, em lance livre, com mais de 2 minutos jogados e ficou sem pontuar até os 2min54 finais quando Astrida Vicente interrompeu o jejum.

Enquanto isso, o Brasil disparou no marcador, permitindo que o técnico Bassul abrisse seu tradicional rodízio mais cedo.

A seleção fechou o primeiro quarto com 28 a 8, já tendo estado 24 pontos à frente das angolanas. O segundo quarto não foi muito diferente, mas se continuava frágil no ataque, Angola demonstrava determinação defensiva, trabalhando bem dentro do garrafão e tentando compensar ali a supremacia brasileira.

Mesmo assim, o Brasil fechou com tranqüilidade o primeiro tempo com 43 a 20. Ao contrário das partidas anteriores, nesta Êga teve uma atuação melhor e chegou ao final da terceira parcial com 11 pontos convertidos, além de sete rebotes.

O dia, aliás foi das pivôs, com Kelly acrescentando mais dez no placar. A combinação permitiu ao Brasil ir para o intervalo do último período com 59 a 34.

O último quarto foi só para confirmar a situação, mas o resultado final contudo, não mascarou algumas falhas do grupo brasileiro que desperdiçou bolas e, em alguns momentos, atrapalhou-se sozinho nas jogadas.

Mesmo assim, as brasileiras venceram por 75 a 58 com 11 pontos da cestinha Êga. Em Angola, Nassecela Mauricio foi a principal pontuadora com 16 pontos.

Leia mais sobre:



Alerta de Gols Receba notícias pelo seu celular

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
[x] fechar