Com punição, Allam Khodair larga da primeira posição na etapa carioca da Stock Car

Apesar de garantir a pole position no Autódromo de Jacarepaguá, Cacá Bueno largará apenas na 30ª colocação na etapa carioca da Stock Car. Neste sábado (14), a Red Bull emitiu comunicado oficial divulgando a punição imposta pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), que decidiu punir o time após constatar irregularidades no sistema de freios dos carros da equipe. Além de Cacá, Daniel Serra, que lidera o campeonato e havia marcado o quinto melhor tempo, também foi punido e largará na 31ª posição.

Leia também: Cacá Bueno vence em Londrina e se aproxima da liderança 

Com isto, Allam Khodair, que havia sido superado por Cacá por apenas 0s044, ficou com a primeira colocação. Marcos Gomes, que fez a terceira melhor marca neste sábado, completa a primeira fila em Jacarepaguá.

Confira o comunicado divulgado pela Red Bull:

Após a vistoria no parque fechado, os comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) decidiram por desclassificar os carros da Red Bull Racing por entenderem que existia irregularidades no sistema de freios. Com isso, Cacá Bueno, que cravou na pista a pole position para a etapa do Rio de Janeiro da Stock Car, largará em 30º lugar; logo à frente do líder do campeonato, Daniel Serra.

A Red Bull Racing tem convicção de não ter cometido nenhuma irregularidade e agora foca em recuperar pontos na corrida para manter a liderança no campeonato de pilotos e de equipes.

A seguir, confira como ficou o grid atualizado para a etapa carioca da Stock Car:

1º) Allam Khodair (SP/Vogel Motorsport), 1min20s157
2º) Max Wilson (SP/Eurofarma RC), 1min20s254
3º) Marcos Gomes (SP/Medley Fulltime), 1min20s223
4º) Thiago Camilo (SP/RCM Motorsport), 1min20s296
5º) Ricardo Maurício (SP/Eurofarma RC), 1min20s452
6º) Duda Pamplona (RJ/Officer ProGP), 1min20s665
7º) Antonio Pizzonia (AM/Comprafacil Nascar JF), 1min20s735
8º) Galid Osman (SP/BMC Racing), 1min20s388
9º) Denis Navarro (SP/Vogel Motorsport), 1min20s403
10º) Ricardo Sperafico (PR/Prati-Donaduzzi Racing), 1min20s436
11º) Átila Abreu (SP/Mobil Super Pioneer Racing), 1min20s455
12º) Rodrigo Sperafico (PR/Prati-Donaduzzi Racing), 1min20s499
13º) Nonô Figueiredo (SP/Mobil Super Pioneer Racing), 1min20s518
14º) Luciano Burti (SP/Itaipava Racing Team), 1min20s541
15º) Pedro Boesel (RJ/Comprafacil Nascar JF), 1min20s565
16º) Popó Bueno (RJ/Linea Sucralose), 1min20s659
17º) Julio Campos (PR/Carlos Alves), 1min20s670
18º) Ricardo Zonta (PR/Linea Sucralose), 1min20s681
19º) Eduardo Leite (SP/Hot Car Competições), 1min20s719
20º) Vitor Meira (DF/Officer ProGP), 1min20s764
21º) Xandinho Negrão (SP/Medley Fulltime), 1min20s803
22º) Alceu Feldmann (PR/Shell Racing), 1min20s839
23º) Lico Kaesemodel (PR/RCM Motorsport), 1min20s957
24º) David Muffato (PR/Itaipava Racing Team), 1min20s985
25º) Diego Nunes (SP/Hot Car Competições), 1min21s084
26º) Tuka Rocha (SP/BMC Racing), 1min21s124
27º) Claudio Capparelli (RJ/Bassani Racing), 1min22s205
28º) Patrick Gonçalves (BA/Carlos Alves), 1min22s214
29º) Rafael Daniel (SP/Bassani Racing), sem tempo
30º) Cacá Bueno (RJ/Red Bull Racing), punido
31º) Daniel Serra (SP/Red Bull Racing), punido
32º) Valdeno Brito (PB/Shell Racing), punido

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.