Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Pietro Fittipaldi sonha com título na categoria top da Nascar

Após ser campeão na Limited Late Model, neto de Emerson Fittipaldi quer ser o primeiro brasileiro a vencer na Sprint Cup

iG São Paulo |

O título de Pietro Fittipaldi na Limited Late Model, conquistado no último fim de semana, transformou o garoto de apenas 15 anos no primeiro latino-americano a vencer um campeonato em qualquer categoria da Nascar. E o garoto espera em breve alçar voos ainda mais altos. Após a conquista, ele deixou claro qual é seu grande objetivo: ser campeão na Sprint Cup, principal categoria da Nascar.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“No ano que vem quero enfrentar novos desafios na Nascar e buscar novas vitórias e novos títulos, até chegar a ser o primeiro brasileiro a vencer na categoria top da Nascar, a Sprint Cup”, declarou logo após seu triunfo.

O primeiro passo foi dado. A Limited Late Model é uma das categorias da All American Series da Nascar e serve como uma espécie de divisão de acesso para a Sprint Cup. Nela, pilotos de diferentes idades - há competidores com mais de 40 anos - disputam provas no circuito oval de Hickory, na Carolina do Norte. Todas as 23 etapas do campeonato são disputadas na mesma pista.

O título, conquistado na primeira temporada completa disputada na categoria, surpreendeu até mesmo o próprio piloto. “Minha ideia era aprender e vencer o troféu de estreante do ano. Ganhei quatro corridas, aprendi muito e ainda fiquei sabendo o quanto é duro acabar um campeonato com 23 corridas da melhor forma: sendo campeão”, disse Pietro.

O jovem Fittipaldi também agradeceu o apoio de sua família e o avô, que, segundo ele, é um grande professor. “Tenho que agradecer muito minha equipe, a Lee Faulk Racing, os companheiros de pista e de oficina”, afirmou. “Também não sei nem como agradecer minha família, que se mudou para a Carolina do Norte para me apoiar em minha carreira na Nascar. Claro que os conselhos e o apoio do grande campeão que é meu avô, Emerson, me inspiram muito”, concluiu.

Vida fora das pistas

Filho de Juliana Fittipaldi, Pietro nasceu em Miami. Seu caminho dificilmente seria diferente do mundo da velocidade, pois, como se não bastasse a influência do avô materno, a tia Tatiana Fittipaldi é casada com Massimiliano Papis, ou Mad Max, que já correu em várias categorias da Nascar e na F1.

Recentemente, Pietro se mudou com a família para a Carolina do Norte, onde sua categoria é disputada, para conseguir se dedicar quase que integralmente ao automobilismo.

Lá, ele divide sua rotina entre colégio, treino e momentos de lazer, como a prática de esportes. Apesar de ter nascido em Miami e viver nos Estados Unidos, Pietro fala português fluentemente. Vem ao Brasil com alguma freqüência e, quando está por aqui, além de passar boa parte do tempo com seus familiares, gosta de assistir aos jogos do Palmeiras, clube pelo qual é apaixonado.

Leia tudo sobre: pietro fittipaldinascaremerson fittipaldicampeão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG