Tamanho do texto

Italiano afirma que organizadores da prova tomaram decisão equivocada ao manter a etapa em Motegi e sugere Suzuka

selo

Campeão mundial sete vezes na MotoGP , Valentino Rossi voltou a revelar nesta segunda-feira (15) a sua intenção de não participar da etapa japonesa da categoria nesta temporada, em Motegi. O italiano justificou o seu desejo com preocupações sobre a radiação após o terremoto e o tsunami que atingiram o país no início deste ano.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Realmente não acho que vou para o Japão. Estava esperando que os organizadores do campeonato tomassem a decisão certa, mas este não foi o caso e agora temos um problema sério", afirmou Rossi à imprensa italiana. 

A etapa japonesa da MotoGP está marcada para o dia 2 de outubro no circuito de Motegi, que está ao norte de Tóquio e a mais de 100 quilômetros ao sul da região mais afetada pela radiação, no nordeste do Japão. Outros pilotos da categoria também já revelaram receio em correr no Japão. 

Rossi sugeriu que a etapa japonesa da MotoGP fosse transferida para o circuito de Suzuka, que fica mais ao sul. O terremoto de março, seguido de um tsunami, deixou mais de 20 mil pessoas mortas ou desaparecidas e também desencadeou uma crise nuclear.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.