Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Por morte de Simoncelli, Gresini se ausentará da próxima etapa

Abalado, chefe Fausto Gresini afirma que equipe está fora do Grande Prêmio de Valência, última etapa do calendário

Gazeta |

A Gresini Honda não vai participar do Grande Prêmio de Valência, etapa que marca o fim da temporada da MotoGP, no dia seis de novembro. O chefe da equipe, Fausto Gresini, anunciou nesta segunda-feira (25) a desistência, em consequência da morte de um dos seus pilotos, o italiano Marco Simoncelli, no último domingo, em Sepang, na Malásia.

Veja também: Corpo de Simoncelli chegará à Itália nesta terça-feira

Não é a primeira vez que o dirigente tem que lidar com a morte de um de seus contratados. Em 2003, Daijiro Kato faleceu correndo em casa, em Suzuka, durante o Grande Prêmio do Japão.

"Tenho tantas imagens destes dois anos juntos. Marco era espontâneo, sempre fazia o que achava certo, tinha um coração de ouro e estava sempre feliz. Não me lembro de tê-lo visto zangado uma única vez. A única coisa certa é que o meu time não vai participar do GP de Valência e dos testes agendados para depois da corrida", declarou Gresini ao site Gpone.com.

No acidente do último domingo, Simoncelli perdeu o controle da moto e caiu no chão. Colin Edwards e Valentino Rossi não conseguiram desviar e atropelaram o italiano, que perdeu o capacete e ficou desacordado.

A etapa de Valência seria a última do japonês Hiroshi Aoyama na MotoGP. O outro piloto da Gresini vai correr o Mundial de Superbike no ano que vem.

Leia tudo sobre: motogpvalentino rossimarco simoncellimortegresini

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG