Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Organização de Valência faz reuniões para preparar minuto de caos

De acordo com jornal espanhol, pedido de Paolo Simoncelli tocou os diretores do circuito Ricardo Tormo

Gazeta |

Atendendo a uma sugestão do pai do falecido piloto Marco Simoncelli, a organização do GP de Valência tem feito diversas reuniões para preparar um "minuto de caos" em homenagem ao italiano. De acordo com o diário espanhol Marca, o pedido tocou os diretores do circuito Ricardo Tormo.

Leia também: Colin Edwards desabafa após morte de Marco Simoncelli

Paolo Simoncelli rejeitou um minuto de silêncio e pediu que todas as motos das três categorias da MotoGP acelerem juntas, fazendo muito barulho para homenagear seu filho. Os torcedores estão se organizando em redes sociais para fazer a mesma coisa fora do autódromo, ao fim da corrida.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Os comissários de pista vão trabalhar com uma faixa preta no braço, atestando seu luto. O italiano Andrea Dovizioso vai correr com o número 58, que era utilizado por Simoncelli, em seu traje. Mattia Pasini, também da Itália, tatuou "Sic 58" no punho.

Enquanto isso, Valentino Rossi recebe sugestões de homenagens por meio do microblog Twitter. Ele pode utilizar o número 58 em sua Ducati, misturar suas cores com as do amigo no traje ou até mesmo guiar a Gresini Honda do falecido.

Simoncelli foi morto durante o GP da Malásia, em Sepang, após perder o controle da sua moto, cair na pista, e ser atropelado por Valentino Rossi e Colin Edwards.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG