Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Em prova disputada no Top 5, Stoner vence GP da França

Australiano da Honda ganha com tranquilidade corrida no circuito de Le Mans

Gazeta |

O australiano Casey Stoner confirmou a ótima fase que vive na Honda e venceu o Grande Prêmio da França de MotoGP. Ele precisou recuperar a primeira posição perdida na largada para garantir a vitória, sem ser ameaçado na segunda metade da prova - ao contrário dos outros quatro pilotos do Top 5, que protagonizaram emocionantes disputas de posição.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A prova ainda teve uma nova lesão de Dani Pedrosa, que sofreu uma queda ao ser envolver em uma disputa de posição com o italiano Marco Simoncelli, da San Carlo Gresini, e caiu sobre o ombro direito. De acordo com a direção da prova, ele sofreu uma fratura na clavícula e teve de ser atendido.

O resultado fez com que Stoner chegasse a 66 pontos, passando à segunda colocação do Mundial. O líder ainda é Jorge Lorenzo, que tem 81 pontos. Pedrosa caiu para terceiro, com 61 pontos, e Rossi segue na quarta colocação, com 47 pontos.

A prova

Largando na sua terceira pole position da temporada, Stoner perdeu a posição logo nos primeiros metros para Pedrosa, que havia saído em quarto, mas largou muito bem e ganhou três posições. No entanto, o australiano não precisou se esforçar muito para recuperar a ponta, e deslanchar com tranquilidade na liderança, deixando a briga entre o companheiro de time e o italiano Marco Simoncelli

Próximo do final da prova, Pedrosa e Simoncelli brigaram pela segunda posição. Após muitas voltas de aproximação, o piloto italiano conseguiu ultrapassar o espanhol em uma curva, mas não teve velocidade suficiente para manter a posição. Ele ficou como vice-líder apenas por alguns segundos, sendo ultrapassado na reta seguinte.

Depois, o piloto da San Carlo Gresini tentou novamente passar ao segundo lugar, e recuperou a posição fazendo a curva à esquerda com muita velocidade. O piloto da Honda seguiu o movimento natural da manobra e acabou acertando a roda traseira do rival, caindo sobre o ombro e abandonando a prova - ele levantou e imediatamente levou a mão à clavícula, demonstrando dores e aparentando alguma preocupação.

Simoncelli também acabou saindo da pista, mas conseguiu voltar ao traçado na segunda colocação. No entanto, foi penalizado pela ultrapassagem considerada ilegal pela direção da prova e teve que passar pelo pit lane, voltando na quinta colocação e ficando distante dos líderes.

Atrás dos dois líderes, iniciou-se uma briga pelo segundo lugar envolvendo três pilotos: Jorge Lorenzo, da Yamaha, que herdou a vice-liderança; Andrea Dovizioso, da Honda, terceiro; e Valentino Rossi, que fez ótima prova de recuperação e estava em quarto a seis voltas do final da prova.

Demonstrando um ótimo acerto da moto, o heptacampeão do mundo ganhou com facilidade a quarta colocação de Dovizioso e depois ultrapassou Jorge Lorenzo, ficando em terceiro. O piloto da Honda ultrapassou o atual campeão mundial, que caiu para quinto, e depois conseguiu buscar a posição de Valentino, ficando em terceiro, em disputa que se manteve até o final da prova.

Leia tudo sobre: casey stonerhondamotogpvalentino rossi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG