Tamanho do texto

Mundial liderado por Casey Stoner já teve diversas brigas entre pilotos e contusões que afastaram competidores de algumas provas

Neste domingo (3), a Itália recebe a oitava etapa da temporada da MotoGP . Até aqui, não faltaram brigas, disputas e emoção na categoria. Casey Stoner, da Repsol Honda Team, lidera a temporada com quatro vitórias nas sete primeiras corridas.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O australiano tem uma vantagem boa com relação ao segundo colocado, o espanhol Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing: 136 a 108 pontos.

Campeão da temporada passada, Lorenzo conseguiu apenas uma vitória em 2011. No Grande Prêmio da Espanha , segunda etapa do Mundial. Na ocasião, Stoner havia largado na pole position, mas um acidente com Valentino Rossi, da Ducati, o tirou da prova.

Por conta do incidente, o australiano deixou o GP irritado com o italiano e os dois se desentenderam. Mas não foi o único entrevero entre pilotos no ano.

Brigas marcam a temporada

Discussões entre pilotos se tornaram comuns na MotoGP deste ano. Marco Simoncelli, da San Carlo Honda Gresini, se envolveu na maioria delas. A postura agressiva do italiano no GP de Portugal, por exemplo, rendeu críticas de Lorenzo e Stoner .

Na prova seguinte, o GP da França , Simoncelli se envolveu em um incidente com Daniel Pedrosa, e o espanhol foi ao chão. Após a corrida, o piloto da Gresini criticou a direção da prova de Le Mans, que o puniu com um ride-through, dizendo que se sentia perseguido.

No GP da Holanda, mais uma confusão com Simoncelli. Lorenzo recebeu toque do italiano e viu sua corrida atrapalhada pela queda de ambos. Após a prova, o atual campeão disparou contra o adversário, afirmando que o piloto deveria ter sua licença cassada, pois não aprendia com os erros do passado.

Lesões também se destacam no ano

A postura agressiva do italiano não ficou só no âmbito das discussões. Com o acidente em Le Mans, Pedrosa lesionou a clavícula e teve de passar por cirurgias que o afastaram das pistas por seis semanas . O espanhol, que afirmou estar fora da briga pelo título por causa da lesão, estará de volta no GP da Itália, que será disputado no circuito de Mugello neste domingo (3).

Outro que se machucou foi Loris Capirossi, da Pramac Racing Team. O italiano sofreu um acidente no treino classificatório para o GP da Holanda , no último final de semana. Por conta das fraturas na costela e no ombro, o piloto não correrá em casa .

Lorenzo e Dovizioso correm atrás de Stoner

Com a temporada se aproximando da metade, a competição esquenta entre as 10 equipes e 17 pilotos da categoria. Os favoritos ao título do Mundial, além do soberano Stoner, que tem 136 pontos, são Lorenzo, da rival Yamaha, que tem 108 e luta pelo bicampeonato, e o companheiro de Honda do australiano, Andrea Dovizioso, com 99 pontos.

Entre todos os competidores, há quatro campeões mundiais correndo em 2011. Além de Stoner, campeão em 2007, e Lorenzo, campeão do ano passado, há Rossi, com sete títulos (4º colocado na classificação), e o norte-americano Nicky Haiden, campeão em 2006 (5º colocado).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.