Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após acidente, aposentadoria de Rossi é descartada por seu chefe

De acordo com Davide Brivio, informação de que heptacampeão pararia de correr não é verdadeira

Gazeta |

A morte de Marco Simoncelli no trágico acidente ocorrido no último domingo (23) na etapa da Malásia da MotoGP abalou muito o italiano Valentino Rossi. Amigo pessoal do piloto da Gresini, o heptacampeão esteve envolvido no acidente que o vitimou e chorou muito com a notícia, fator que fez a imprensa italiana cogitar a sua aposentadoria das pistas - prontamente negada pelo chefe do piloto na Ducati, Davide Brivio.

Veja também: Grandes categorias não tinham três mortes no mesmo ano desde 1977

Valentino foi um dos que atingiu Simoncelli quando ele deslizava na pista após cair de sua moto (o outro foi Colin Edwards, que acabou caindo e deslocando o ombro). Ele até tentou desviar, mas não conseguiu realizar a manobra a tempo e acabou passando por cima do piloto - o capacete chegou a sair da cabeça de Simoncelli, deixando-o desacordado.

Rossi conseguiu se manter em cima da moto e continuou a correr, até o momento em que os comissários de prova acionaram a bandeira vermelha e a mesma foi interrompida. Ao saber da notícia, o piloto da Ducati ficou inconsolável. Logo após a prova, ele chegou a lamentar a morte do grande amigo no microblog Twitter.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Sic (apelido de Simoncelli) era como um irmão mais novo para mim. Ele era tão duro na pista como era um doce fora dela. Ainda não acredito nisso, sentirei sua falta imensamente", afirmou Valentino.

Por ter se envolvido no acidente que vitimou o piloto de 24 anos, a imprensa italiana cogitou uma possível aposentadoria do piloto heptacampeão do mundo, aos 32 anos. No entanto, Brivio - que foi chefe de Rossi na Yamaha e o seguiu na sua ida para a Ducati - tratou de desmentir a possibilidade.

"Muitos estão falando sobre Valentino se aposentar. Isso é absolutamente mentiroso e eu lamento simplesmente o fato de ter de explicar isso", afirmou Brivio, também em seu perfil no Twitter.

Leia tudo sobre: motogpvalentino rossimarco simoncellimalásiatragédia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG