Tamanho do texto

Bruno da Costa se machucou durante o segundo dia do Rali Dakar, mas está consciente de acordo com a organização do evento

O piloto de moto francês Bruno da Costa, de 38 anos, chocou-se nesta segunda-feira (2) na segunda etapa do Rali Dakar com uma vaca e sofreu um hematoma interno e fraturas na espinha dorsal devido à queda, mas não sofreu danos neurológicos, informou a organização do evento. O piloto francês se acidentou no quilômetro 126 entre Santa Rosa e San Rafael, na Argentina, e foi transferido de helicóptero ao hospital da segunda cidade. 

Leia também: Marc Coma e Nasser Al-Attiyah são os destaques do 2º dia do Dakar

Os primeiros exames realizados constataram um hematoma interno "suficientemente grande para requerer sua transferência a um serviço especializado" no hospital da cidade de Mendoza, afirmou a organização do Dakar em comunicado. O piloto está consciente e já falou com sua mulher por telefone, acrescentou a nota.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Outro piloto francês, Sébastien Coué, de 34 anos, sofreu uma forte insolação e também foi enviado ao hospital de San Rafael, onde receberá um tratamento de hidratação e será avaliado na unidade de terapia intensiva do centro médico. O piloto ativou o alarme no dispositivo de segurança que levam todos os participantes do rali e os médicos o socorreram e o transferiram em helicóptero até o acampamento.