Tamanho do texto

Idealizada por Fittipaldi, etapa brasileira do mundial de endurance terá atrações complementares em busca de popularidade

O Brasil sediará neste ano uma das etapas da nova competição de enduro criada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), a World Endurance Championship. A prova brasileira, batizada de “6h de São Paulo” , será realizada no Autódromo de Interlagos, entre os dias 13 e 16 de setembro. Longe de ter a mesma popularidade da Fórmula 1 ou até mesmo da Indy , a categoria aposta em atrações inusitadas para atrair o público brasileiro de todas as idades ao evento.

Leia também: Ferrari ironiza lista de substitutos para Felipe Massa

Em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (13), Emerson Fittipaldi, idealizador do evento, apresentou um dos responsáveis pelo que deve ser a principal atração extra prova do fim de semana. O norte-americano Mike McCoy, famoso por produzir e filmar manobras radicais, está no Brasil para estudar o autódromo de Interlagos e planejar uma exibição inédita para as “6h de São Paulo”. No ano passado, McCoy impressionou com uma produção realizada nas 500 milhas de Indianápolis (veja vídeo abaixo).

Fittipaldi explicou que a apresentação inovadora do norte-americano combina com o conceito do evento: “A corrida em si é de alta tecnologia, o que tem muito a ver com o mundo moderno. Queremos combinar o esporte ao entretenimento. Será um evento muito família, com diversas atrações além da prova. Todo mundo que entrar em Interlagos terá acesso a toda a programação, exposições, a exibição de Mike. O público que comprar ingresso para a geral poderá circular e ver os carros de perto antes do começo da corrida”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Interlagos já tem acordo de pelo menos cinco anos com a World Endurance Championship, organizada pelo Automobile Club de L’Ouest, que também realiza as 24 Horas de Le Mans. E é justamente na mais tradicional prova de endurance do mundo que os organizadores da etapa brasileira querem se basear.

“O evento será inspirado nas 24h de Le Mans, que abrange o fim de semana inteiro. Lá eles têm atrações complementares como roda-gigante, montanha-russa, DJs. As pessoas querem, além de ver a corrida, curtir o evento e se entreter”, afirmou Gustavo Fonseca, representante da Momentum Sports, empresa realizadora das “6h de São Paulo”. “Vamos transcender o automobilimo, queremos atingir o público apaixonado por esportes a motor, mas também o público em geral. Por isso também planejamos um preço acessível”, assegurou.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Dois pilotos brasileiros, Jaime Melo e Fernando Rees, já participam da temporada regular do campeonato, que também tem provas na Europa, Ásia e América do Norte. No entanto, segundo Fittipaldi, o objetivo é ter pelo menos quatro representantes do país correndo em Interlagos no mês de setembro.

“Estamos com um projeto para ter dois pilotos brasileiros em carros de ponta nas duas principais categorias. O difícil é que as melhores equipes já tem seus pilotos regulares, então é complicado encaixar”, revelou o tricampeão de F1. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.