Joniran Saling lamenta morte de Willian Onzi após trágico acidente em etapa do campeonato gaúcho de Motovelocidade

A prova da categoria Superbike Pro do GP Gaúcho de Motovelocidade foi cancelada no último domingo (15) após o trágico acidente que vitimou o piloto Willian Onzi , de 32 anos, no Circuito Internacional de Guaporé. Também se envolveram no choque os pilotos Joniran Saling e Mariano Spoiler, que ainda está hospitalizado, mas passa bem. O acidente ocorreu na quarta das 15 voltas que estavam programadas para a corrida.

Leia também: Vídeo flagra acidente fatal no GP Gaúcho de Motovelocidade

Saling, que teve apenas algumas escoriações no corpo, explicou o que aconteceu no momento do choque . “Foi uma fatalidade. Eu e o Mariano estávamos disputando posição, com o Willian bem colado atrás de mim. Nos tocamos e eu tive sorte, caí para o lado direito na grama, mas a moto do Mariano acabou ficando no meio da pista e foi atingida pela moto do Willian”.

De acordo com Saling, o atendimento recebido pelos pilotos aconteceu rapidamente. “O atendimento foi ótimo, muito rápido. O Mariano estava desacordado quando eles chegaram, mas felizmente foi socorrido. A Superbike Pro só tem os pilotos mais experientes. Foi uma fatalidade mesmo”.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

A categoria é a divisão principal do GP Gaúcho de Motovelocidade e estava em sua etapa de abertura de 2012. Onzi, que foi vice-campeão em 2010, se afastou da categoria no ano passado e estava voltando à disputa justamente nesta prova. “Eu perdi um pouco do contato com ele no ano passado, porque ele se afastou e estava voltando agora”, afirmou Saling.

Após o susto, o piloto, atual campeão do campeonato gaúcho, afirmou que não deve continuar a correr pela categoria. “Não devo seguir no GP Gaúcho, eu estava só treinando lá nesta etapa. Vou buscar categorias nacionais e estava treinando lá porque o nível é bastante alto”.

Willian Onzi disputava provas do GP Gaúcho de Motovelocidade desde 2004
O Chacal/Divulgação
Willian Onzi disputava provas do GP Gaúcho de Motovelocidade desde 2004

Alexandre Sampaio, integrante da organização da prova, lamentou o fato de o choque ter acontecido no local de maior velocidade da pista. “Infelizmente, o acidente foi bem no meio da reta, o ponto de velocidade máxima do circuito. Eles estavam a mais de 200km/h”.

Sampaio, que era o responsável pela cronometragem da prova, explicou que mesmo o pronto atendimento prestado não conseguiu salvar a vida do piloto. “O ponto do acidente é bem em frente ao ambulatório, 10 segundos depois os médicos já chegaram. Mas, infelizmente, não foi possível fazer nada”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Por pouco, a fatalidade não foi evitada. Onzi, que estava na quinta posição, havia queimado a largada e teria que passar pelos boxes como punição, mas acabou não parando. “Ele tinha recebido a ordem para entrar nos boxes, por ter queimado a largada. Aquela vez seria a segunda que ele ia visualizar a ordem. Da primeira, infelizmente, ele viu e acabou não entrando”, lamentou o organizador da prova.

Conhecido como “Picanha” pelos amigos no meio da motovelocidade, Willian Onzi era casado e natural de Caxias do Sul. O piloto era um dos mais experientes da categoria: desde 2004 participava de corridas do Gaúcho e do Brasileiro de Motovelocidade. Abaixo, o vídeo do momento do acidente. Joniran Saling aparece na moto amarela, que foi parar na grama, enquanto Mariano Spoiler estava na moto azul e Willian Onzi, na branca. Confira:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.