No ano em que a tradicional prova completa seu centenário, inglês vence após batida de JR Hildebrand

Dan Wheldon venceu neste domingo (29) de forma incrível as 500 Milhas de Indianápolis, prova mais tradicional do automobilismo norte-americano, no ano que marca o centenário da prova . Ele herdou a primeira colocação após o estreante JR Hildebrand bater na última curva da corrida e deixar a vitória escapar para espanto de 250 mil espectadores.

Siga o iGo Automobilismo no Twitter

Wheldon manteve-se em posições intermediárias durante toda a prova, integrando os primeiros pelotões, mas sem se destacar. Com uma boa tática para definir seus reabastecimentos, ficou na pista com boa velocidade nas voltas finais e recebeu nas mãos a vitória com o acidente na última curva.

Mesmo após colidir com força contra o muro, Hildebrand cruzou a linha de chegada pela inércia na segunda colocação, à frente do norte-americano Graham-Rahal e do brasileiro Tony Kanaan, que comemorou a quarta colocação da tradicional prova em seu ano de estreia na pequena equipe KV.

Confira como foram os brasileiros na prova

Fora Tony Kanaan, que fez ótima prova e terminou na quarta colocação, o Brasil não conseguiu grande destaque nas 500 milhas deste domingo.

Os outros brasileiros que participaram não foram bem em Indianápolis. Vitor Meira, que largou em 11º, terminou na 15ª posição, duas colocações à frente de Hélio Castroneves, três vezes campeão das 500 Milhas. Já Bia Figueiredo encerrou a prova na 21ª colocação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.