Tamanho do texto

Vice-Presidente do grupo Bandeirantes acredita que cumpriu sua parte e negou pressão para a conclusão da prova neste domingo

Divulgação
Frederico Nogueira, vice-presidente do Grupo Bandeirantes, em entrevista coletiva
O vice-presidente do Grupo Bandeirantes de comunicação, Frederico Nogueira, disse que só as pessoas que compraram ingressos para a São Paulo Indy 300 terão acesso à corrida nesta segunda-feira (2) , negando que a corrida terá portões abertos. Quem não puder comparecer não será ressarcido.

“No sábado, tivemos corrida da GT com classificação e pódio, uma classificação extremamente disputada para a Indy. No domingo, tivemos um Warm Up tão aquecido como jamais vi, e uma segunda prova da GT. Não vamos ressarcir porque entendemos que fizemos a nossa parte”, disse Nogueira, em entrevista coletiva.

Afirmando que será a empresa de comunicação – e não a prefeitura de São Paulo – que vai arcar com os gastos extras do adiamento, o vice-presidente negou qualquer tipo de pressão sobre a organização para a realização da prova neste domingo (1º).

“Quando o diretor disse bandeira vermelha, é vermelha. A emissora tinha o futebol, um programa pra colocar no ar tão bom quando a Indy. Nossa relação com a IRL é respeitosa. Somos os promotores, e eles são os responsáveis por dizer se podemos ou se devemos tentar terminar”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.