Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Takuma Sato critica irregularidades no circuito do Anhembi

Japonês vê melhora, mas diz que pista está longe do ideal. Primeira curva também é motivo de reclamação

Lucas Pastore, iG São Paulo |

Takuma Sato, companheiro de Tony Kanaan na KV Lotus, ainda vê restrições no circuito de rua montado na região do Sambódromo do Anhembi para a São Paulo Indy 300. Para o japonês, 13º colocado no primeiro treino livre, o desnível no terreno ainda não foi completamente resolvido.

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

“É diferente dos circuitos que encontramos nos Estados Unidos. Temos a reta (da Marginal), que é um grande ponto de ultrapassagem. No ano passado, tivemos mais de 50 ultrapassagens, o que é fantástico. Mas a pista é um pouco irregular. Parece melhor do que no ano passado, mas ainda é irregular”, disse Sato, em entrevista exclusiva ao iG, apontando também a primeira curva, na saída da reta do Sambódromo, como motivo de preocupação. “É uma chicane muito apertada”, completou.

Na contramão do piloto japonês, Raphael Matos, Tony Kanaan, Helio Castroneves e Bia Figueiredo elogiaram muito o circuito do Anhembi. Mesmo com os problemas, Sato, que correu de Fórmula 1 em 2002, 2004, 2005, 2006 e 2007 no Brasil, afirmou que prefere a semana que vive com a IndyCar em São Paulo.

“É diferente. Tenho grandes memórias de Interlagos. Mas na Indy, temos mais tempo para aproveitar a cidade, porque é um fim de semana de apenas dois dias”, opinou o piloto. Quando questionado se preferia correr com sol – tempo deste sábado em São Paulo – ou com chuva, Sato mostrou bom humor. “Não faz muita diferença pra mim”, brincou.

Leia tudo sobre: Takuma SatoKV LotusSP Indy 300

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG