Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Raphael Matos lamenta falta de dinheiro da equipe

Piloto brasileiro da AFS fará apenas mais cinco corridas na temporada após prova em São Paulo

Lucas Pastore, iG São Paulo |

Enquanto a temporada está somente começando para a maioria dos pilotos da IndyCar, o campeonato de Raphael Matos se aproxima do final. Isso porque a AFS, equipe do piloto, por restrições orçamentais, correrá em apenas mais cinco corridas depois da disputa da Indy São Paulo 300. Um cenário até certo ponto positivo, já que o time chegou a estar ameaçado de fazer sua última prova no circuito de rua paulistano.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“É sempre bom poder correr. A equipe está trabalhando para conseguir correr uma temporada completa. É questão de dinheiro”, disse Raphael, em entrevista ao iG.

Depois de competir em São Paulo, Raphael participará da tradicional prova das 500 milhas de Indianápolis, que acontece no próximo dia 29. Foi nesta etapa do campeonato que o brasileiro conseguiu sua principal glória: foi eleito o estreante mais rápido da corrida em 2009. No fim daquele ano ganhou outro prêmio importante, o de melhor novato da temporada.

No ano seguinte, 2010, terminou o campeonato em 14º, uma posição atrás da que conquistou uma temporada antes. Porém, alcançou os melhores resultados da carreira: dois quartos lugares, um em Watkins Glen e o outro justamente em São Paulo.

Mesmo com o bom desempenho na estreia do circuito de rua do Anhembi, Raphael descarta dar um tratamento especial para a prova. “É aquele negócio, me sinto honrado por poder correr no Brasil, mas, assim que ligo o carro, tento tratar como uma corrida normal, como qualquer outra, para o lado emocional não atrapalhar”, disse o piloto da AFS.

Durante a entrevista, Raphael elogiou as mudanças na pista paulistana. Disse que, com a remoção de algumas zebras, o circuito ficou mais rápido. Mas não vê este fator como uma vantagem para ele durante a prova. “A pista está mais rápida para todo mundo. Para mim, o que vier é lucro. Com a chuva, é a mesma coisa. É igual para todo mundo, e eu vou estar confortável no carro se chover”, afirmou.

Neste domingo (1º), o brasileiro começa uma pequena sequência nas provas que lhe renderam suas maiores glórias: São Paulo e Indianápolis. Raphael largará na 19º colocação no Anhembi.
 

Leia tudo sobre: tony kanaanraphael matosindy 300

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG