Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Prova da Indy é adiada para segunda-feira às 9h

Corrida no Anhembi teve diversos problemas por conta da chuva e ficou paralisada por cerca de três horas

iG São Paulo |

Divulgação
Um acidente envolvendo Helio Castroneves, Danica Patrick e Simona de Silvestro causou a primeira bandeira amarela da prova


Pelo segundo ano consecutivo a chuva atrapalhou a realização do Grande Prêmio de São Paulo da Indycar. Em 2010, muitas poças d’água na pista causaram acidentes e tumulto durante a corrida. Neste ano, a situação foi ainda pior.

Siga o iG Automobilismo no Twitter


O temporal que caiu na região do Anhembi durante a prova fez com que, ainda na nona volta, o GP fosse interrompido. Quase três horas depois houve uma tentativa de reinício, mas com a pista ainda muito molhada, os organizadores decidiram adiar a prova para segunda-feira (2), às 9hs.

Até a nona volta, duas bandeiras amarelas já tinham aparecido na corrida. A primeira delas logo na primeira curva, quando os carros de Helio Castroneves, Simona de Silvestro e Danica Patrick se chocaram.

Depois de cinco voltas com o carro de segurança na pista, o Grande Prêmio teve uma relargada, mas foi paralisado na sequência, com novo acidente na curva 1. Como a pista continuava muito molhada, os organizadores do GP decidiram paralisar a corrida.

Os mais de 41 mil torcedores que estavam no Circuito do Anhembi tiveram de esperar mais de duas horas para o reinício do GP. Mas a chuva continuou forte e as condições da pista não melhoraram. Assim, a prova teve de ser novamente paralisada na 14ª volta. Mas desta vez os organizadores decidiram adiar em um dia a corrida.

A prova será reiniciada do ponto em que parou e com a mesma classificação. Ou seja, Will Power na ponta, seguido por Ryan Briscoe. Bia Figueiredo era a melhor brasileira da prova, na 15ª posição. Com relação ao público, todos os torcedores com ingressos poderam entrar normalmente. Após o cancelamento levantou-se a hipótese de deixar os portões abertos ao público, mas isso foi negado pela organização da prova. Os fãs que têm ingressos e não forem ao GP não serão ressarcidos


 

Leia tudo sobre: indy 300adiadatony kanaan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG