Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

"Preferia que fosse hoje", diz Bia após adiamento da corrida

Piloto brasileira respeita decisão dos organizadores, mas afirma que gosta de correr na chuva

Gazeta |

Em função da instabilidade climática na capital paulista durante a tarde deste domingo (1), a etapa de São Paulo da Fórmula Indy foi adiada para a próxima segunda-feira (2). A brasileira Bia Figueiredo, da Dreyer & Reinbold, aprovou a decisão, mas admitiu que preferia correr na data marcada inicialmente.

"A gente estava bem, conseguimos melhorar", afirmou a piloto, que largou no penúltimo lugar e estava na 15ª colocação na 14ª volta, quando a corrida foi interrompida. "Preferia que fosse hoje, gosto de andar na chuva", completou a brasileira.

Ainda que não esconda sua preferência por correr no domingo, ela aprovou a decisão da organização. "Para mim, acho que até poderia correr, não estava tão ruim. Mas, se eles tomaram essa decisão, eu respeito. Tem sempre que pensar na segurança dos pilotos", disse.

 Após fraturar o braço direito em um acidente na primeira corrida da temporada, Bia Figueiredo corre com uma proteção especial no local e garante que a lesão está melhorando. Além de lamentar pelo público que compareceu ao Sambódromo do Anhembi para acompanhar a prova, ele torce por sol nesta segunda-feira.

"A chuva poderia até ter vindo, pensei que seria rápida, mas não foi. Isso acaba mudando os planos de muita gente. Nós também queríamos que fosse hoje. Isso já aconteceu antes, é normal. Tempo é tempo. Temos que jogar para a frente e fazer o que precisa fazer", disse.

Bia Figueiredo concedeu a entrevista instantes depois de a organização oficializar o adiamento da corrida, dentro da garagem de sua equipe. Desta forma, ela ainda esperava pelos detalhes do funcionamento da corrida nesta segunda-feira para definir a melhor estratégia.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG