Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Insatisfeito com carro vermelho, filho palmeirense de Kanaan cobra pódio

Carro do piloto terá coloração diferente por causa de uma ação de marketing

Gazeta |

O brasileiro Tony Kanaan correu pela Andretti entre 2003 e 2010. Desta forma, o pequeno Leonardo se acostumou a ver o pai a bordo de um carro verde, a mesma cor da KV, nova equipe do piloto. Insatisfeito com o bólido vermelho que será usado pelo competidor no Brasil em uma ação de seus patrocinadores, o garoto cobra um lugar no pódio.

"Agora que ele está entendendo um pouco mais, expliquei que o carro seria vermelho só nessa corrida. Ele me perguntou: 'E só nessa, né? Depois, volta a ser verde?'. Eu disse que sim, então ele falou que tudo bem. Não dá para enganar o menino. Se na próxima corrida não for verde, vamos ter problema em casa", brincou Kanaan.

Com um carro verde, o piloto conquistou o título da Fórmula Indy na temporada de 2004. Leonardo ainda não era nascido, mas adora a cor, a ponto de contrariar o pai são-paulino e decidir torcer pelo Palmeiras. Para acalmar o garoto de três anos, ele esclareceu que seu capacete será verde na etapa de São Paulo da Fórmula Indy.

Mesmo com um carro vermelho, Leonardo cobra um bom resultado. "Ele vai em algumas corridas. Tive a oportunidade de levá-lo ao pódio em Miami, no ano passado. Agora, corrida para ele é o seguinte: o papai tem que subir no pódio. Ele já me perguntou se vai subir de novo em São Paulo e eu falei: 'o papai vai tentar'", contou Kanaan.

O piloto convidou a imprensa para andar no Kartódromo da Granja Viana na última segunda-feira (25) e chegou a dar algumas voltas no circuito com o garoto no colo. Afilhado de Rubens Barrichello, considerado um irmão por Kanaan, Leonardo tem a chance de passar mais tempo com o pai na semana da etapa de São Paulo da Fórmula Indy, marcada para o próximo domingo.

"Como ele mora no Brasil e sou separado da mãe dele, a gente se vê só uma vez por mês. É bem difícil para mim. Em São Paulo, temos uma infraestrutura maior para poder levá-lo todos os dias, tenho mais tempo para ficar com ele. Com certeza, é uma emoção muito grande. Ter um filho é a melhor coisa do mundo", disse.

Dispensado pela Andretti em outubro do ano passado, Kanaan chegou a acertar com a equipe de Gil de Ferran, mas o ex-piloto não conseguiu patrocínio e fechou o time. Enquanto esteve desempregado, o piloto buscou forças no garoto para continuar a procura de um lugar no campeonato de 2011.

"Quando você volta para a casa depois de um dia difícil, cheio de 'nãos' e decepções, ele te faz esquecer. O Léo me ajudou muito, ele me colocava para cima. Um dia, quando eu ainda estava sem equipe, ele me ouviu falar no telefone que queria ganhar um carro de corrida no Natal. Quando fomos escrever uma carta para o Papai Noel, ele pediu o carro para mim. Eu tive que largar a carta e fui chorar no banheiro", contou o piloto.

A corrida em São Paulo acontece no próximo domingo (1º de maio, no Circuito do Anhembi).

Leia tudo sobre: tony kanaanpalmeirensefilhoindygenet

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG