Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Equipe de segurança da Indy mostra preocupação com primeira curva

Mike Yates, chefe do safety car, revelou que uma caminhonete ficará posicionada no trecho. Chuva também assusta

Lucas Pastore, iG São Paulo |

Mike Yates, gerente da equipe de safety car da Indy que opera em São Paulo neste fim de semana, admitiu que prestará atenção especial na primeira curva do circuito de rua, na saída da reta do Sambódromo. No ano passado, vários pilotos se envolveram em acidentes no local após a largada.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“O pessoal já sabe que pode acontecer algum acidente ali. Vamos deixar uma caminhonete posicionada naquela área”, contou Yates, em entrevista ao iG. Neste sábado (30), o piloto japonês Takuma Sato também mostrou preocupação com o trecho, dizendo que “é uma chicane muito apertada”.



Yates revelou que prefere uma corrida com sol – tempo deste sábado em São Paulo – do que com pista molhada, o que aumenta a probabilidade de acidentes. “A chuva às vezes deixa a corrida mais interessante, por conta da estratégia, mas uma chuva torrencial nunca faz bem”, disse o americano.

No Brasil desde segunda-feira (25), o gerente de segurança elogiou a receptividade do povo local, e disse estar curioso para ver como será a corrida em Porto Alegre, que deve acontecer no Brasil em 2012.  “Aqui, as pessoas cooperam muito, o que é ótimo para nós. Gosto de vir para o Brasil. Nunca fui para Porto Alegre, então vamos ver”, completou.
 

Leia tudo sobre: indy 300takuma satoporto alegre

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG