Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Corajosa demais em 2010, Danica aposta em intuição em São Paulo

Piloto não tem boas lembranças de São Paulo, já que foi apenas a 15ª colocada na última temporada

Gazeta |

A piloto norte-americana Danica Patrick, da equipe Andretti, não tem boas lembranças do Grande Prêmio de São Paulo da Fórmula Indy, mas aposta em sua intuição feminina para mudar esta história na corrida de domingo. No ano passado, primeira edição da prova, ela manteve-se na pista sem trocar os pneus quando a chuva atingiu o Anhembi e não se deu bem, terminando apenas na 15ª posição.

"Decidi ser corajosa e fiquei na pista quando a chuva veio, mas só aguentei algumas voltas. Foi o preço de tentar ser uma heroína", avaliou a norte-americana. "O Ryan Briscoe estava na minha frente e ele não foi para os boxes, então eu pensei que se ele podia ficar, eu também podia. Só depois eu descobri que ele já estava com pneus de chuva", lamentou a piloto, que largou da 15ª posição em São Paulo em 2010.

Para evitar novos acidentes por excesso de coragem na corrida de São Paulo, neste domingo, Danica pretende confiar mais em seus instintos e tem a seu lado um artifício que apenas ela, a brasileira Bia Figueiredo e a suíça Simona Silvestro possuem: a intuição feminina.

"Você pode assumir alguns riscos, mas percebi que preciso confiar mais em meus instintos quando estiver na pista. É o que tenho feito nos meus 20 anos nas pistas. As corridas não são extremamente longas, mas duram o suficiente para você não precisar se arriscar à toa. Dá para esperar até o fim estar bem próximo para correr o risco", disse Danica, vencedora do GP de Motegi em 2008.

A norte-americana também elogiou o trabalho realizado pela organização da prova de recapear as ruas que fazem parte do circuito de rua paulistano e colocar ranhuras na Reta do Sambódromo, trecho em que os pilotos enfrentaram problemas de aderência no ano passado.

"Fizeram realmente um ótimo trabalho em consertar os problemas do ano passado. Para ser honesta, não estava tão ruim, mas acredito que houve um investimento financeiro grande, o que mostra o comprometimento de São Paulo com esse evento".

Leia tudo sobre: Danica PatrickSão Paulo Indy 300

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG