Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Chuva e curva 1 são preocupações para a corrida de SP em 2012

Prova no sábado é uma solução apontada pelos brasileiros para a próxima temporada

Agências nacionais |

Assim como aconteceu em 2010, a chuva foi a principal inimiga da São Paulo Indy 300. Na última temporada, a corrida chegou a ser interrompida, principalmente por conta de poças d’água na reta da Marginal, e somente 61 das 75 voltas previstas foram disputadas. Neste ano, o transtorno foi ainda maior, já que a prova pôde ser concluída somente na segunda-feira (2).

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

Vencedor no Brasil duas vezes, Will Power sentiu as diferenças entre as duas temporadas em que triunfou na pista de rua montada na região do Sambódromo do Anhembi.

“Foi meio solitário o pódio comparado com o ano passado, com o público indo ao delírio”, disse.

Em entrevista coletiva concedida na noite de domingo, depois que o adiamento da prova foi confirmado, Everaldo Dourado Júnior, diretor de eventos da SPTuris, disse que a transferência da prova de março para maio foi justamente para evitar tempestades, comuns no verão e raras nessa época do ano.

Por isso, os pilotos brasileiros sugeriram que, nas próximas temporadas, a corrida passe a ser disputada no sábado. Deste modo, o domingo ficaria disponível em caso de algum tipo de imprevisto.

“Seria uma boa opção fazer a corrida no sábado, deixando o domingo livre para algum imprevisto. Se acontecer algo, o público poderia vir e assistir à corrida no domingo. Fazer no sábado pode ajudar a prevenir”, disse Tony Kanaan, em opinião reforçada por Helio Castroneves.



Porém, a chuva não é o único motivo de preocupação que deve ser levado para os próximos anos. A primeira curva do circuito, na saída da Reta do Anhembi, causou muitos acidentes na largada e nas relargadas. Takuma Sato mostrou preocupação com o trecho, assim como o chefe da equipe do Safety Car.

O público que conseguiu comparecer ao Anhembi nesta segunda-feira teve de lidar com a queda do desempenho dos brasileiros. Vitor Meira, melhor do país nos dois anos, foi o 3º colocado em 2010, mas ficou apenas com a 17ª posição nesta temporada.

“Temos de trabalhar muito, porque no ano que vem a gente tem de colocar brasileiro nos três lugares do pódio. A gente ficou devendo este ano”, disse o piloto, após a prova, em entrevista à Rádio Bandeirantes.


 

Leia tudo sobre: SP Indy 300Will PowerTony KanaanHelio Castroneves

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG