Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após primeiro treino livre, brasileiros apontam melhora da pista

Raphael Matos, Tony Kanaan, Helio Castroneves e Bia Figueiredo apontaram melhoras no circuito do Anhembi

Gazeta |

O primeiro treino livre para o Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula Indy foi realizado na manhã deste sábado (30). No final da atividade, os pilotos brasileiros foram unânimes ao apontar uma melhora do circuito de rua armado na região do Sambódromo do Anhembi.

"Fiquei extremamente surpreso por ver o quão mais rápida a pista está. Está prazeroso de guiar. Agora, temos que fazer as mudanças necessárias no carro para adequá-lo ao circuito", disse Raphael Matos, da AFS, 11º colocado no treino. "Fiquei satisfeito. Considerando que estávamos usando as marchas corretas, temos grande chance de melhorar", completou.

Na primeira edição da etapa de São Paulo da Fórmula Indy, realizada em 2010, os pilotos sofreram com a falta de aderência na Reta do Sambódromo e com as ondulações em alguns trechos do asfalto. Os problemas foram minimizados com o recapeamento da pista. Assim, as voltas estão aproximadamente três segundos mais rápidas.

O brasileiro Tony Kanaan, oitavo no treino com sua KV, também aprovou as reformas no trajeto. "A pista está muito boa. Com certeza, melhorou bastante em relação ao ano passado", afirmou o piloto, que gostou da retirada de algumas zebras, o que deixa o percurso ainda mais rápido.

Quarto colocado, Helio Castroneves, da Penske, foi o melhor brasileiro no primeiro treino livre e destacou a melhora na Reta do Sambódromo, ponto crítico do ano passado. "Vocês vão ver dois ou três carros ultrapassando ali, porque a reta é larga e permite isso", previu.

Para Bia Figueiredo, que terminou com o pior tempo da atividade, as ondulações que sobraram no trajeto são normais. "É pista de rua, não tem jeito. Temos que nos adaptar a isso. O circuito está muito melhor", afirmou a piloto da Dreyer & Reinbold, que corre com uma proteção no braço direito. "Só dói quando pego a zebra da curva 1", explicou.

Ainda antes do final do treino livre, Vitor Meira, da A. J. Foyt, também deu suas primeiras impressões do circuito de rua armado na região do Sambódromo: "melhorou bastante". Terceiro colocado na prova do ano passado em São Paulo, ele foi o melhor brasileiro.

O australiano Ryan Briscoe, da Penske, cravou 1min25s107 e terminou a atividade na primeira colocação. O segundo treino livre será realizado a partir das 12 horas (de Brasília). O treino classificatório está marcado para as 15 horas deste sábado e a corrida, para as 13 horas de domingo.

Leia tudo sobre: tony kanaanraphael matosbia figueiredo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG