Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após conselhos de Barrichello, Kanaan sonha com vitória em SP

Melhor brasileiro da Indy chamou Rubinho de irmão e considera que sua equipe está pronta para o top 6

Gazeta |

Atual terceiro colocado no campeonato, Tony Kanaan é o melhor brasileiro na Fórmula Indy com três corridas já disputadas. Após ouvir conselhos de Rubens Barrichello no período em que esteve sem equipe, o novo piloto da equipe KV sonha com a vitória na etapa de São Paulo, no próximo domingo.

"O Rubinho é um irmão. Ele me deu apoio, porque passou por isso com a Brawn há três anos. Usei ele bastante para perguntar: 'Como era? O que passava pela sua cabeça?'. Ele disse para avisar se faltasse alguma coisa em termos financeiros, mas isso é uma coisa muito delicada de fazer", afirmou o piloto.

Em outubro de 2010, Kanaan foi dispensado da equipe de Michael Andretti. Ele chegou a fechar para correr no time de Gil de Ferran, mas em fevereiro, sem patrocinadores, o ex-piloto fechou a escuderia. Assim, o acordo com a KV foi fechado apenas no último mês de março.

Barrichello viveu situação semelhante de 2008 para 2009, quando a Honda decidiu deixar a Fórmula 1. "O Rubinho me deu apoio moral, de manter a minha fé e o meu espírito de levantar todos os dias de manhã para correr atrás do prejuízo", explicou Kanaan.

Após o período de incerteza, Barrichello fechou com a Brawn GP e, de forma surpreendente, brigou pelo título mundial com o inglês Jenson Button, seu então companheiro. Após alcançar bons resultados nas três primeiras etapas do campeonato, Kanaan quer vencer dentro de casa."A gente tem carro para andar entre os seis primeiros. Estou confiante e tenho na minha cabeça que eu quero ganhar essa corrida. De repente, essa é a corrida que eu mais quero ganhar na vida. Se tiver que escolher entre São Paulo e Indianápolis, eu ainda fico em dúvida", declarou.

Desempregado, o piloto preparou um currículo e participou de inúmeras reuniões em busca de apoio. Neste período, um de seus seguidores no Twitter chegou a sugerir uma campanha para arrecadar fundos através do microblog, que ele recusou. Apesar do curto espaço de tempo para negociar, Kanaan conseguiu permanecer na categoria, em parte graças a empresas nacionais.

"Depois de tudo que a gente passou em relação aos patrocínios, agora tem uma porrada de apoiador brasileiro. Então, essa prova é super importante. Se largarmos entre os 10 primeiros, estou contente. Com sorte, podemos beliscar a vitória. A equipe está muito empolgada e sabe o quanto essa corrida é importante para nós", disse.

Campeão da Fórmula Indy na temporada de 2004, Tony Kanaan, 36 anos, busca a primeira vitória da história da KV, que estreou na categoria em 2008. Os bons resultados animam o experiente piloto, que, por outro lado, procura não se empolgar excessivamente.

"Quando eu assinei, cinco dia antes da primeira prova, se me perguntassem se agora poderíamos estar no terceiro lugar, eu diria que seria difícil. Minhas expectativas cresceram, mas tenho que voltar a ser realista, porque a decepção pode ser muito maior do que a expectativa boa", encerrou.

Leia tudo sobre: BarrichelloKanaanIndyAnhembiKV

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG