Tamanho do texto

Sam Schmidt e Rahal-Letterman já demonstraram intenção de contar com o brasileiro, mas KV pede transparência nas negociações

O futuro de Rubens Barrichello na Indy segue indefinido. O piloto brasileiro já demonstrou que está insatisfeito com as exibições que fez neste ano e que pretende mudar de equipe para a próxima temporada, para ter chances de vitória na categoria norte-americana.

Leia também: Na reta final, Power e Helinho buscam título inédito da Indy

Nesta semana, duas equipes teriam demonstrado interesse em contar com o piloto na próxima temporada, afirma o site do canal americano Speed . A primeira dessas equipes é a Sam Schmidt. O time, que atualmente conta com apenas um piloto no grid, o francês Simon Pagenaud, buscaria um parceiro para seu piloto em 2013.

“Nós definitivamente queremos um segundo carro e temos uma lista de pilotos em que estamos interessados e vamos tentar trazer. Você teria de perguntar ao Rubens se ele está interessado na nossa equipe”, disse Rob Edwards, dirigente da equipe.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Além da Sam Schimdt, o futuro de Barrichello pode estar na Rahal-Letterman. A equipe também conta com apenas um piloto durante toda a temporada, o japonês Takuma Sato, e poderia buscar um outro nome para colocar no grid. O site ainda afirma que a Ganassi poderia contar com o brasileiro, mas que a equipe não confirmou nenhuma negociação.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Porém, apesar das conversas, a KV Racing, atual equipe de Rubinho, pede transparência nas negociações. “Fizemos um investimento no Rubens, queremos mantê-lo e temos pessoas no Brasil tentando conseguir mais patrocínios. Ele é livre para fazer o que quiser, mas eu gostaria de transparência, porque fico ouvindo essas histórias sobre para onde ele pode estar indo”, comentou Jimmy Vasser, proprietário da KV.