Sam Schmidt e Rahal-Letterman já demonstraram intenção de contar com o brasileiro, mas KV pede transparência nas negociações

O futuro de Rubens Barrichello na Indy segue indefinido. O piloto brasileiro já demonstrou que está insatisfeito com as exibições que fez neste ano e que pretende mudar de equipe para a próxima temporada, para ter chances de vitória na categoria norte-americana.

Leia também: Na reta final, Power e Helinho buscam título inédito da Indy

Nesta semana, duas equipes teriam demonstrado interesse em contar com o piloto na próxima temporada, afirma o site do canal americano Speed . A primeira dessas equipes é a Sam Schmidt. O time, que atualmente conta com apenas um piloto no grid, o francês Simon Pagenaud, buscaria um parceiro para seu piloto em 2013.

“Nós definitivamente queremos um segundo carro e temos uma lista de pilotos em que estamos interessados e vamos tentar trazer. Você teria de perguntar ao Rubens se ele está interessado na nossa equipe”, disse Rob Edwards, dirigente da equipe.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Além da Sam Schimdt, o futuro de Barrichello pode estar na Rahal-Letterman. A equipe também conta com apenas um piloto durante toda a temporada, o japonês Takuma Sato, e poderia buscar um outro nome para colocar no grid. O site ainda afirma que a Ganassi poderia contar com o brasileiro, mas que a equipe não confirmou nenhuma negociação.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Porém, apesar das conversas, a KV Racing, atual equipe de Rubinho, pede transparência nas negociações. “Fizemos um investimento no Rubens, queremos mantê-lo e temos pessoas no Brasil tentando conseguir mais patrocínios. Ele é livre para fazer o que quiser, mas eu gostaria de transparência, porque fico ouvindo essas histórias sobre para onde ele pode estar indo”, comentou Jimmy Vasser, proprietário da KV.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.