Tamanho do texto

Insatisfeito com seu ano de estreia na Indy, brasileiro negocia transferência para time equipado com motores Honda

Rubens Barrichello deverá mesmo deixar sua atual equipe na Indy, a KV Racing, e se transferir para uma equipe rival em 2013. O brasileiro de 40 anos de idade passou por uma transição frustrante para correr na América do Norte depois de deixar a Fórmula 1 no final da última temporada. Neste seu primeiro ano na categoria, Barrichello chegou apenas cinco vezes entre os dez primeiros e seu melhor resultado foi um sétimo lugar. Com esses resultados fracos, o brasileiro voltou a afirmar que pretende correr por uma equipe mais forte na próxima temporada.

Leia também: Na reta final, Indy tem Will Power e Helio Castroneves como favoritos ao título

Segundo o site Autosport , Barrichello, que se mostrou bastante incomodado com sua situação na Indy e quer correr por equipe mais competitiva, já mantém negociações com um time equipado com motor Honda. "Eu não gosto de ser 15º e estou evoluindo", disse Barrichello ao site inglês. "Estou ficando melhor em comparação com os meus companheiros de equipe, mas o meu carro ainda não é. E nossa estratégia ainda não encaixou”, disse.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Minhas conversas são abertas com os proprietários da KV. Eles me deram um carro e me abriram as portas da Indy. Mas estou aqui para ganhar. Depois desta temporada de aprendizado, quero melhorar ainda mais. Posso fazer ainda mais, mas com esse carro, fica muito difícil", disse o veterano piloto.