Melhor corrida do piloto em 2012 até agora foi neste tipo de circuito, onde era um dos mais inexperientes da categoria. Agora, apenas a última prova do ano será em oval

No último fim de semana, Rubens Barrichello, da KV Racing, cruzou a linha de chegada do circuito oval de Iowa na sétima colocação . Foi o melhor resultado obtido pelo piloto brasileiro em sua temporada de estreia na Indy - justamente em um tipo de traçado no qual tem pouquíssima experiência.

Leia também: Ainda se acostumando com a Indy, Barrichello critica carro

Rubinho passou boa parte da carreira correndo na Europa, onde não há tradição de circuitos ovais como nos Estados Unidos. Tanto que, ao assinar seu contrato na Indy após 19 anos correndo pela Fórmula 1 , Rubinho via os ovais como seu maior desafio. Além da inexperiência, sofria pressão da própria esposa, Silvana, para que não corresse em provas realizadas em circuitos desse tipo, pelo perigo que representam aos pilotos. Mas Barrichello não só aceitou correr em ovais como se saiu muito bem.

Apesar da inexperiência, o retrospecto foi positivo para Rubinho. A “primeira fase” dos ovais no calendário passou e Barrichello não deixou a desejar. Das últimas cinco provas, quatro foram em ovais. A primeira experiência do brasileiro foi em Indianápolis , justamente o mais famoso dos circuitos ovais. Lá, Barrichello cruzou a linha de chegada em 11º lugar e comemorou a colocação , além de ganhar o prêmio de "Novato do Ano" .

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Depois, o brasileiro voltou a disputar uma prova em oval em Fort Worth, no GP do Texas, o sétimo do ano. Foi o único resultado negativo do piloto naquele tipo de traçado. O brasileiro não conseguiu sequer largar por conta de problemas no carro.

Rubens Barrichello teve um bom desempenho na primeira fase de ovais
Getty Images
Rubens Barrichello teve um bom desempenho na primeira fase de ovais


Mas, a partir do Texas, seus resultados em ovais voltaram a melhorar. Em Milwaukee, Barrichello foi muito bem. Largou na terceira colocação, seu melhor grid na temporada , e ficou próximo dos líderes até a etapa final da prova, mas caiu para a décima posição nas últimas voltas.

Seu desempenho em ovais atingiu o ápice em Iowa, a nona etapa de 2012, onde Barrichello alcançou a melhor colocação de seu ano de estreia na categoria norte-americana. Rubinho fez uma boa prova e cravou o sétimo posto ao fim da corrida

O piloto é atualmente o 15º colocado na classificação, mas, se forem considerados apenas os novatos, Barrichello está atrás apenas de Simon Pagenaud em pontos. Nada mau para quem nem sabia se iria disputar as provas em ovais da Indy.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Agora, a categoria entra em uma fase que pode beneficiar Barrichello. O piloto brasileiro terá pela frente uma sequência de cinco circuitos de rua ou mistos até a última prova do ano, em Fontana, o último oval, em setembro. O próximo desafio será em Toronto, no dia 8 de julho.

Esposa de Rubinho, Silvana queria que o piloto não corresse em ovais
Getty Images
Esposa de Rubinho, Silvana queria que o piloto não corresse em ovais


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.