Equipe firmou acordo com academia do ex-velocista tetracampeão olímpico

Ainda sem definir seu segundo piloto para a temporada 2012, a Williams anunciou em sua equipe um novo membro reconhecido pela velocidade, mas não nas pistas de automobilismo. A escuderia firmou um acordo com a academia do velocista Michael Johnson, dono de quatro medalhas de ouro olímpicas, para treinar os mecânicos do time.

Leia também: Massa afirma que pode bater Alonso e minimiza pressão da Ferrari

Johnson conquistou ouro com a equipe norte-americana do revezamento 4x200m nas Olimpíadas de Barcelona de 1992, venceu os 200m e 400m rasos em Atlanta (1996), e os 400m rasos em Sydney (2000). O atleta também tem oito medalhas de ouro em Campeonatos Mundiais de atletismo.

"Sempre admirei a dedicação necessária para se tornar um campeão olímpico. A atenção aos detalhes e o comprometimento são o que separam esses indivíduos extraordinários do resto de nós", disse Frank Williams, dono da Williams. "Quando encontrei Michael e ele disse que tinha uma companhia especializada em desempenho atlético, fiquei muito curioso de como ele poderia ajudar nosso time", completou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Os mecânicos da Williams serão treinados pela equipe de profissionais da academia de Michael Johnson para melhorarem a condição física e serem mais rápidos durante as paradas para trocas de pneus nas corridas de Fórmula 1 .

"Estou confiante que nosso conhecimento em biomecânica, que já beneficiou atletas no futebol americano, campeonato inglês e federações olímpicas, possa ajudar os mecânicos da Williams a diminuir centésimos e décimos de segundos em cada pit-stop", afirmou o ex-velocista norte-americano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.